São Paulo, SP, 18/10/2018
 
04/05/2017 - 11h30m

Governo da Colômbia apura sequestro de funcionário da ONU por dissidentes das Farc

Agência EFE/Agência Brasil 

Bogotá - As autoridades colombianas investigam o possível sequestro de um funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU) por um grupo de dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), no departamento do Guaviare (Sudeste), no momento em que integrantes do Conselho de Segurança da ONU visitam o país.

O funcionário foi aparentemente sequestrado nesta quarta-feira (3) em Barranquillita, um pequeno povoado situado a duas horas de viagem por terra do município de Miraflores (Guaviare), onde trabalhava no Programa Nacional de Substituição de Cultivos de Uso Ilícito (Pins), informaram os meios locais.

O secretário de Governo de Miraflores, Edwin Díaz, disse que o funcionário, cuja identidade não foi divulgada e que seria de nacionalidade colombiana, pode ter sido sequestrado por dissidentes das Farc que operam na área e que não aceitam o acordo de paz firmado com o governo em novembro.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro