São Paulo, SP, 19/06/2019
 
03/07/2012 - 12h26m

Gripe A já causou três mortes neste ano na cidade

Folhapress 

O vírus influenza A H1N1 matou três pessoas no primeiro semestre deste ano em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo).

Os números são da Secretaria da Saúde do município, que confirma quatro casos de gripe A registrados na cidade neste ano.

Com as três mortes, Ribeirão é a cidade com mais óbitos causados pela doença em 2012, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. São José do Rio Preto, Sorocaba e Mirassol registraram duas mortes cada uma.

A Secretaria da Saúde de Ribeirão diz que os números não são alarmantes, porém, as três mortes já igualam o número de vítimas de 2009, quando o país viveu uma pandemia. Em Ribeirão, naquele ano, foram 190 casos registrados.

Na pandemia de 2009, o Brasil teve 2.060 mortes. "Proporcionalmente, o número [deste ano] é bem menor já que a maioria das pessoas infectadas pelo vírus não procura o médico e por isso não entra na estatística", diz a prefeitura em nota.

Com os óbitos registradas em Ribeirão, 14 pessoas morreram neste ano por causa da gripe em todo o Estado. Em 2011, foram quatro mortes.

Os casos

A primeira morte deste ano em Ribeirão, uma mulher de 51 anos, foi diagnosticada em maio. Em junho, um homem de 44 anos e outra mulher, de 38, morrerem em decorrência da gripe A.

Apesar dos casos, a Secretaria da Saúde diz que possui equipamentos e medicamentos necessários para atender a demanda.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro