São Paulo, SP, 18/06/2018
 
08/11/2014 - 12h09m

Há 56 anos, Rodeio oferece ótimas carnes, classe e sofisticação

Agência Hoje 
Reprodução
Especializado em carnes nobres, Rodeio tornou-se um dos restaurantes mais sofisticados de São Paulo
Especializado em carnes nobres, Rodeio tornou-se um dos restaurantes mais sofisticados de São Paulo

São Paulo (Agência Hoje) - O Rodeio nasceu churrascaria em 1958. Ao longo dos anos, tornou-se um dos principais templos da gastronomia paulistana, especialista em carnes nobres e cortes exclusivos. Hoje, 56 anos depois, continua inovador e moderno, sem perder a tradição, a classe e o charme.

Localizado na esquina mais conhecida dos Jardins, a Oscar Freire com a Haddock Lobo, segue usufruindo da fama conquistada com a sua picanha fatiada, criação da casa e o prato mais pedido. Ou com o beef tea, o arroz Rodeio, também conhecido como arroz Biro-Biro,, o bacalhau grelhado, o palmito pupunha, a panqueca caramelada, o pão de queijo.

São dezenas de pratos exclusivos, de chamar a atenção pelo sabor e o bom gosto. O creme de papaia, levemente embebido em cassis, é outra invenção do Rodeio que ganhou a preferência dos clientes. E para receber bem, a casa nos Jardins oferece bastante espaço - 1.250 metros quadrados, distribuídos em quatro salas e ambientes bem decorados.

Garçons de Bombacha

Quando nasceu, o Rodeio foi ousado para a época. Os garçons usavam bombachas, a roupa típica dos gaúchos, e as mesas eram feitas de rodas de carro de boi. O ambiente novo e as carnes bem trabalhadas aguçaram a curiosidade de uma cidade que tinha, na época, a avenida São João como símbolo de elegância e os cinemas Marrocos, Olido e Ipiranga como pontos de encontro de casais de namorados.

A escolha do local foi quase natural. A avenida Paulista formava o eixo dos casarões dos barões do café. A construção do Conjunto Nacional, na esquina da Paulista com a rua Augusta, provocava orgulho e ouvia-se comentários de admiração sobre o que seria "a cidade dentro da cidade". A própria Augusta, na direção da Oscar Freire, recebia as primeiras grifes.

Foi nessa região que anos depois veio a se chamar Jardins e se consolidar como ponto mais nobre e sofisticado de São Paulo, que o Rodeio se instalou, cresceu e apurou o bom gosto. O tempo da Augusta com seus carrões, a jovem guarda e o iê-iê-iê, passou, mas a marca da churrascaria com carnes de qualidade continua atraindo as novas gerações.

A família Macedo assumiu a casa em 1959, fez mudanças e continua fazendo. Em 2012, morreu Roberto Macedo, o fundador, e a administração das duas casas passou para as filhas, Silvia Macedo Levorin e Sandra Macedo Ferreira Alves. Como os três sempre trabalharam juntos não há muita diferença no estilo de comando.

Nos próximos anos, a expectativa é que o Rodeio continue fiel ao seu jeito de preparar excelentes carnes, lançar novos cortes, descobrir sabores e atender bem, reinventando o que sempre falaram sobre ele: "é o melhor lugar de São Paulo para ver e ser visto". Mudanças? Pode ser, mas sem perder a classe e a sofisticação.

SERVIÇO

Rodeio Restaurante de Carnes

Rua Haddock Lobo, 1.498 - Jardins, São Paulo, Capital

Telefones: (11) 3474-1333 e (11) 3083-2322

Site: www.rodeiosp.com.br/jardins.php

Horários de atendimento:

De segunda à sexta-feira: das11h30 às15h30 e das 18h30  às 24h

Sábado: das 11h30 às 24h

Domingos e Feriados: das 11h30 às 23h

Reservas: Site www.rodeiosp.com.br/reservas.php

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro