São Paulo, SP, 16/06/2019
 
14/07/2016 - 10h06m

Imperador japonês Akihito expressa intenção de abdicar do cargo nos próximos anos

Agência Brasil/Agência Sputinik 

Tóquio - Pela primeira vez em cerca de 200 anos, um imperador do Japão anunciou que pode abdicar ao cargo.

Aos 82 anos, Akihito expressou, nesta quarta, sua intenção de renunciar nos próximos anos, informou a emissora estatal NHK.

Após quase 30 anos no cargo, ele enfrenta problemas de saúde e já teria iniciado os preparativos para "uma sucessão estável".

O primeiro na linha de sucessão é seu primogênito, Naruhito, de 56 anos. Se confirmada sua saída do cargo, será a primeira vez que isso acontece desde o imperador Kokaku, em 1817.

Akihito subiu ao trono em janeiro de 1989, depois da morte de seu pai, Hirohito - famoso por liderar o país durante a II Guerra Mundial.

Ele é conhecido, entre outras coisas, por, em 1959, ter sido o primeiro príncipe herdeiro a se casar com um plebeia, Michiko Shoda, sua atual esposa.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro