São Paulo, SP, 24/04/2019
 
30/06/2012 - 23h18m

Irmã de Ângela Birmarchi cometeu suicídio durante briga de ex-marido e namorado

Folhapress/Isabela Marinho 

RIO DE JANEIRO, RJ (Folhapress) - Após investigação, a Polícia Civil do Rio concluiu que a irmã da modelo Ângela Bismarchi cometeu suicídio. Angelina Filgueira dos Santos Fonseca, 42, e seu ex-marido, Márcio Luis Dias Fonseca, 48, morreram no último dia 15 de junho.

O fato ocorreu após uma briga entre o namorado de Angelina, Jolmar Milato, 40, e o seu ex-marido, um capitão de fragata da Marinha. O militar morreu no local, vítima de um disparo feito por Milato.

A reconstituição do crime foi feita ontem. Segundo o delegado Gabriel Ferrando, responsável pelo caso, tudo indica que Angelina se suicidou.

"Foi o que concluímos juntando a necropsia feita pelos peritos, os depoimentos de Jolmar e os antecedentes da vítima", disse Ferrando. "Estou esperando apenas alguns laudos secundários, que não irão interferir no mérito da questão, para enviar o caso ao Ministério Público. Devo terminá-lo em meados de julho."

Segundo policiais civis da 81ª DP (Itaipu), que fizeram a reconstituição do caso, o capitão da Marinha invadiu a casa de Angelina armado com uma pistola de calibre 40. No local, encontrou a ex-mulher com o namorado. Os dois iniciaram uma discussão e, depois, uma briga com socos e pontapés.

Em seu depoimento, Milato contou que Angelina pegou a arma do ex-marido e ameaçou puxar o gatilho caso a briga não fosse interrompida. Como isso não aconteceu, ela fez o disparo contra o seu próprio peito.

Milato disse que pegou a pistola no chão e atirou contra o capitão Márcio Fonseca, que morreu no local.

Angelina Fonseca chegou a ser socorrida e levada com vida para um hospital municipal na região, mas não resistiu.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro