São Paulo, SP, 12/11/2019
 
14/07/2015 - 16h27m

Judô brasileiro ganha treze medalhas nos Jogos Pan Americanos

Agência Hoje 
Reprodução/COB
Judoca Tiago Camilo, tri campeão pan-americano
Judoca Tiago Camilo, tri campeão pan-americano

São Paulo (Agência Hoje/Isabela Guiaro) - A equipe de Judô brasileira foi uma das principais contribuintes para ótima colocação do país no quadro de medalhas dos Jogos Pan Americanos de Toronto, que começou no último dia 7 de julho.

Ainda que a meta de subir ao pódio em todas as 14 categorias nas quais o Brasil concorria não tenha sido cumprida, os atletas levaram, ao todo, 13 medalhas.

Das 13, cinco foram de ouro. Érika Miranda foi a primeira brasileira a ganhar, competindo pela categoria até 52kg contra a canadense Ecaterina Guica. Charles Chibana (até 66kg) disputou contra o canadense Anthoine Bouchard, Tiago Camilo (até 90kg) se tornou tri campeão pan-americano ao vencer o cubano Asley Gonzalez.

Luciano Correa (até 100kg) derrotou o canadense Marc Deschenes e David Moura (acima de 100kg) fez ato impressionante ao ganhar a luta contra o equatoriano Freddy Figueroa com um ippon em menos de dez segundos.

Duas medalhas de prata também fazem parte da coleção brasileira. Felipe Kitadai, na categoria até 60kg, levou um ippon aos 26 segundos da final contra o equatoriano Lenin Paciado e ficou em segundo lugar. Mayra Aguiar perdeu para sua rival norte-americana Kayla Harrison por ter levado uma punição, conhecida como “shido”.

No bronze, o Brasil faturou seis medalhas. Nathália Brígida ganhou na categoria até 48 kg contra a equatoriana Diana Cobos, Rafaela Silva (até 57kg), contra a venezuelana Anriquelis Barrios, Mariana Silva (até 63kg) venceu a colombiana Diana Velasco, Maria Portela (até 70kg) derrotou a mexicana Andrea Poo, Maria Suelen Altheman (até 78kg) ganhou da cubana Leidi German e Victor Penalber (até 81kg), ao aplicar um ippon contra o portorriquenho Gadiel Miranda.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro