São Paulo, SP, 19/06/2019
 
11/07/2012 - 16h33m

Justiça liberta mulher que atropelou dois motociclistas

Folhapress 

RIBEIRÃO PRETO, SP (Folhapress) - A Justiça soltou a funcionária pública Helena Greggi Pedrão, 30, presa na semana passada sob suspeita de dupla tentativa de homicídio. Ela foi detida, em flagrante, suspeita de atropelar dois motociclistas após um desentendimento no trânsito, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo).

Helena deixou a prisão na última sexta-feira. A defesa da servidora, que estava presa na cadeia feminina de Cajuru, diz que ela não agiu de forma proposital.

Um dos motociclistas, o pedreiro Claudinei Garcia Diogo, 47, permanece internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas, em Ribeirão Preto. Seu quadro é grave, mas estável.

A situação de Staylon Norton Paulino, 23, é melhor. Ele foi transferido do HC para o Hospital Estadual e está em observação. As duas vítimas são primos em segundo grau.

O advogado Marcelo Ferreira Paiva informou que sua cliente entrou em férias. Disse que, nesse período, vai tentar obter na Justiça permissão para que ela possa voltar a dirigir. Depois do acidente, sua carteira de habilitação foi suspensa.

"Ela vai comparecer a todas as audiências e atender às intimações que receber. Estará à disposição para quaisquer esclarecimentos para provar sua inocência", afirmou Paiva.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro