São Paulo, SP, 19/06/2019
 
17/02/2016 - 11h41m

Labirintite: médica explica a doença e os principais sintomas

Portal EBC 
Agência Brasil
Especialista diz que pacientes idosos e mulheres são mais suscetíveis à tontura de um modo geral
Especialista diz que pacientes idosos e mulheres são mais suscetíveis à tontura de um modo geral

Brasília - Como ocorre a labirintite? Quem são as pessoas mais afetadas com a doença? Sobre o assunto, o programa Cotidiano conversou com a otorrinolaringologista Larissa Vilela.

Segundo a médica, a labirintite é uma doença rara que acomete o labirinto que é um órgão da parte interna do ouvido, que está muito ligado ao equilíbrio do corpo. A labirintite é uma infecção que pode ser bacteriana ou viral do labirinto. Larissa Vilela esclarece que os principais sintomas da doença são tonturas, vômito, náuseas, perda de audição e zumbido, acompanhado de febre e sintomas de infecção do corpo.

Ela diz ainda que a labirintite não escolhe faixa etária: "mas se percebe que pacientes idosos e mulheres são mais suscetíveis à tontura de um modo geral".

Sobre o hábito de usar fone de ouvido, ela comenta que pode afetar muito o ouvido, e o som intenso e a exposição ao ruído podem lesar as células sensoriais de órgãos internos do ouvido que ficam em contato íntimo com o labirinto. A otorrinolaringologista explica que quando essas células são lesadas é uma lesão irreversível. Ela conta que fones sujos pode levar bactérias e infeccionar a pele do ouvido.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro