São Paulo, SP, 24/03/2017
 
19/12/2016 - 23h05m

Novos sinais do fim da crise

 

NOVOS SINAIS DO FIM DA CRISE

Mais um sinal de que a crise econômica está ficando para trás.

Aumentou de maneira significativa o número de novos contratos de locação de imóveis comerciais na cidade de São Paulo. Levantamento feito nos meses de janeiro e fevereiro, registram aumento de 48% em relação ao mesmo período do ano passado.

O tempo médio de espera para locação dos imóveis caiu de 120 dias para 90, enquanto os valores dos aluguéis se mantiveram estáveis, na casa de R$ 4.500,00 por mês.

Os dados são da Lello Administradora Imobiliária, empresa paulista com tradição e credibilidade. (22/03/3017)

HÁ MAIS 21 FRIGORÍFICOS SUSPEITOS

Depois de fechar três frigoríficos, o Ministério da Agricultura está analisando a situação de outros 21, suspeitos de vender carnes estragadas em praticamente todos os Estados.

Até segunda-feira, 20, os técnicos terão elementos para definir se eles utilizaram carnes vencidas. Em caso positivo, serão fechados imediatamente e os diretores punidos.

Os nomes não foram divulgados. A ordem é rigor total.

Em outra frente, os fiscais honestos do Ministério da Agricultura começaram a trabalhar logo cedo neste sábado, 18, na retirada de carne estrada dos frigoríficos interditados.

Logo que forem identificados os lotes já vendidos, a ação será ampliada para supermercados, açougues e postos de venda direta aos pequenos e grandes consumidores. (18/03/2017)

DINHEIRO JOGADO FORA

As grandes redes de produção e comercialização de carnes gastaram mais de R$ 200 milhões em publicidade, nos últimos cinco anos, para levar aos consumidores uma imagem de empresas sérias, cuidadosas com a higiene e a saúde.

Liderando a turma estão a JBS, dona da Friboi e da Seara; e a BRF, dona da Sadia e da Perdigão.

Ambas chegaram a contratar a peso de ouro atores e apresentadores (Tony Ramos é garoto-propaganda da Friboi; Fátima Bernardes faz o mesmo papel para a Seara e Luciano Huck anuncia para Sadia e Perdigão) no esforço para aumentar o volume de vendas.

Com a operação da Polícia Federal, inteligentemente denominada "Carne Fraca", a casa caiu. As acusações são de que alguns vendiam carnes estragadas e outros se esmeravam em "reembalar" produtos vencidos e passar para os consumidores.

No Brasil, perdem credibilidade e presença no mercado. No exterior, os contratos começam a ser cancelados e cerca de 80% das encomendas já embarcadas serão devolvidas.

Especialistas dizem que JBS e BRF perderam R$ 6 bilhões em valor de mercado em 24 horas. (18/03/2017)

AEROPORTOS EM BOAS MÃOS

São gigantes e muito prestigiados os três grupos que venceram o leilão de privatização dos aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Fortaleza.

Juntos, eles administram 51 aeroportos no mundo, onde circulam 420 milhões de passageiros por ano. (17/03/2017)

MAIOR AVIÃO DO MUNDO EM GUARULHOS

Está marcado para o dia 26 próximo o início das operações com o maior avião do mundo, o Airbus A380, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

O voo fará a ligação diária entre São Paulo e a cidade de Dubai e terá capacidade para transportar 491 passageiros.

A companhia aérea Emirates é a dona do avião e escolheu horários menos movimentados para as operações. O voo chegará em Guarulhos às 16h30 e decola de volta para Dubai à 1h25.

O comandante Miguel Dau, diretor de operações do aeroporto, disse que não está assustado. "Os maiores desafios não estão relacionados à quantidade de passageiros, mas sim ao tamanho físico do avião", disse esta semana.

De fato, o A380 é muito grande. Ele tem 72,7 metros de comprimento e 79,8 de envergadura (distância entre as pontas das asas). Para operar em Guarulhos, o aeroporto precisou alargar a pista principal, de 3.700 metros. (9/03/2017)

CPI COBRA R$ 100 BILHÕES

A Câmara Municipal de São Paulo instalou a CPI (Comissão Parlamentar Inquérito) da Dívida Ativa para  identificar os 100 maiores devedores da Prefeitura e saber porque eles ficaram tanto tempo sem pagar impostos.

Os vereadores asseguram que o total das dívidas ultrapassa os R$ 100 bilhões, somando ISS, IPTU e ITBI.

A CPI tem o vereador Eduardo Tuma, do PSDB, como presidente e Camilo Cristófaro (PSB) como vice. Os demais membros são Alessandro Guedes (PT), André Santos (PRB), David Soares (DEM), Rodrigo Goulart (PSD) e Isac Felix (PR).

O primeiro requerimento está saindo para o secretário da Fazenda, Caio Megale, com cópia dirigida à secretária-adjunta, Giulia Puttomatti. O documento pede nomes dos devedores, valores das dívidas e data de entrada no cadastro de inadimplência. O prazo para receber as informações é de cinco dias.

CURSO GRATUITO DE MANDARIM

As pessoas que têm interesse em aprender mandarim, o idioma falado na China, podem fazer matrícula no Câmpus Jaboticabal da Unesp. O curso é gratuito para todos, alunos e não alunos.

Além de ensinar a língua chinesa, o curso divulga a cultura, apresenta informações sobre economia, cidades e costumes da população e oferece oportunidades de intercâmbio.

O projeto é realizado através de parceria entre a Unesp, a República Popular da China e a Universidade de Hubei. O Instituto Confúcio funciona como mediador.

A professora que dará as aulas é chinesa. Inscrições na vice-diretoria do Campus da FCAV.

PETROBRAS SAI DA UTI

A diretoria da Petrobras está de sorriso aberto depois que a agência internacional Standard & Poor's elevou o nível de risco (rating) da dívida corporativa da empresa, passando de B+ para BB-.

Também alterou a perspectiva de negativa para estável.

Em termos econômicos essa mudança é um avanço concreto, principalmente quando a agência justificou no relatório que houve melhora no nível de risco da Petrobras, como reflexo da evolução de sua liquidez e "uma robusta posição de caixa que confere maior capacidade para lidar com possíveis contingências".

Demonstrado que ninguém esqueceu dos dramáticos episódios de corrupção, a Standard & Poor's elogiou os avanços na governança corporativa e nas medidas adotadas para melhorar os controles internos.

Ponto para o presidente da companhia, Pedro Parente.

Carioca, 64 aos de idade, formado em engenharia elétrica na UnB ex-chefe da Casa Civil no Governo Fernando Henrique Cardoso, o executivo foi presidente e grandes corporações, como RBS e Bunge Brasil.

CONSTRUTORAS CITAM LAVA JATO E PARAM OBRAS

As obras paradas por sete construtoras envolvidas na Operação Lava Jato já chegam a R$ 50 bilhões.

O levantamento foi feito por assessores diretos do presidente Michel Temer. O número de desempregados em função das paralisações passa dos 80 mil, 40% deles especializados.

A empresa que mais paralisou obras foi a Odebrecht, seguida da Queiroz Galvão e da Andrade Gutierrez. Todas citaram dificuldades após serem flagradas pela Lava Jato em operações "não éticas".

BRT TRANSBRASIL TAMBÉM PAROU

A ordem no Palácio do Planalto é encontrar rapidamente uma saída para garantir a retomada das obras. Há grande preocupação, por exemplo, com o BRT Transbrasil, no Rio, sob responsabilidade da Odebrecht.

Trata-se do corredor viário que vai permitir a interligação de 155 quilômetros de vias expressas. A contratação foi feita pela Prefeitura do Rio por R$ 1,4 bilhão, dos quais R$ 700 milhões já foram pagos.

Em dificuldades, a Odebrecht só aceita retomar os serviços se os preços forem corrigidos, alegando a necessidade de manter o equilíbrio econômico-financeiro. A Prefeitura não aceita e quer seguir o que determina o contrato.

DELCÍDIO VERSUS PALOCCI

O senador cassado Delcídio do Amaral foi fundo nas denúncias contra o ex-ministro Antônio Palocci.

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, disse que Palocci foi o "gestor" da intermediação entre o governo do PT e grandes empresas brasileiras, não só construtoras.

Acrescentou que passavam pelo escritório dele os "negócios" que garantiam pelo menos 80% da arrecadação do PT e de partidos da esquerda para as campanhas eleitorais.

O advogado de Palocci na Lava Jato, José Roberto Batocchio, acompanhou o depoimento e ao final falou que nada do que ele disse foi conclusivo e que eram afirmações apenas de ouvi dizer.

E concluiu, irônico: "o saldo incriminatório é igual a zero. Para condenar, vai ter que fazer muita força. Terá que fazer um 'salto triplo carpado com twist'”

A PRISÃO DE EIKE BATISTA

Passageiros que viajaram no mesmo voo de Eike Batista comentaram no desembarque que o empresário estava calmo e demonstrando tranquilidade. Educado, chegou a conversar amenidades com os vizinhos de poltrona.

A expressão só mudou quando o avião pousou no Aeroporto do Galeão, no Rio, e o comandante, aparentando nervosismo, pediu que todos ficassem nos respectivos assentos.

Nesse momento, de acordo com as testemunhas, Eike cobriu o rosto com as mãos, fez cara de choro, mas rapidamente se recompôs. Poucos perceberam.

Quando o avião parou, um agente da Polícia Federal ficou na porta e o empresário retirou a bagagem, a mesma mala que tinha levado dias antes para Nova Iorque, e se apresentou. Desceram juntos, sem algemas.

Quem conhece Eike acredita que a delação será questão de poucos dias.

RAY-BAN COMPRA ÓTICAS CAROL

A rede Óticas Carol, presente em quase todos Estados brasileiros, com 950 lojas, foi vendida esta semana para o grupo italiano Luxottica, dono da marca internacional Ray-Ban.

As partes estão fazendo segredo sobre o preço final, mas o mercado aposta em algo em torno de US$ 120 milhões, valor baixo considerando que o faturamento em 2016 chegou a mais de US$ 200 milhões.

SAQUE DO FGTS COMPLICADO

Muitos escritórios de advocacia estão sendo procurados para ajudar trabalhadores a sacar o dinheiro das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Ainda existem muitas dúvidas a esclarecer. Milhares de trabalhadores têm mais de um número de PIS e outros não tem PIS e são identificados pelo NIS (Número de Informações Sociais).

Para resolver só com advogado. E dos bons.

FALHA HUMANA NA QUEDA DO AVIÃO?

Para técnicos da Aeronáutica, a causa da queda do avião que transportava o ministro Teori Zavascki até Paraty foi a desorientação espacial do piloto.

O tempo chuvoso e as duas tentativas frustradas de pouso em pouco mais de 10 minutos, levaram o piloto a perder noção de altura. Ao fazer uma curva, a ponta da asa bateu na água, provocando o acidente.

A análise é preliminar e deve ser confirmada, ou não, após a conclusão da perícia técnica.

DINHEIRO DO SEGURO FICOU MAIS DIFÍCIL

O Governo quer economizar R$ 2 bilhões por ano com o pagamento do chamado seguro-defeso, um benefício criado pelo Governo Dilma para indenizar os pescadores durante o período em que a pesca é proibida.

Equipes do Governo Federal descobriram desvios e fraudes.

A partir de agora, o pescador se submete a regras mais rigorosas e só terá acesso ao dinheiro depois de passar pelo crivo de dois ministérios, Agricultura e Meio Ambiente.

TURISTAS EVITAM MANAUS E NATAL

Turistas estão evitando viagens para cidades que sofreram com rebelião nos presídios. Os primeiros levantamentos, não oficiais, indicam que Manaus perdeu cerca de 70% do movimento de visitantes de outros Estados.

Em Natal, a situação é pior: a redução do movimento de turistas teria chegado a 80%.

Muitos dos turistas estrangeiros cancelaram reservas em hotéis e pousadas.

PERU MANDA ODEBRECHT SAIR

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczyinsk, deu prazo de 180 dias para a Odebrecht vender seus negócios e sair do país.

"Eles têm negócios muito bons, não será difícil vendê-los. Aqui não dá mais, estão manchados pela corrupção. Acabou".

A Odebrecht executou 40 projetos de grande porte no Peru e recebeu US$ 12 bilhões pelos serviços. Atualmente, é líder de um consórcio para construção de gasodutos. O contrato chega a US$ 5 bilhões.

A direção da Odebrecht teme que outros países da América Latina sigam o exemplo do Peru e cancelem seus contratos. Há boatos de que a Colômbia está prestes a seguir o mesmo caminho nos próximos dias.

CELSO DE MELLO NA LAVA JATO

O nome mais cotado para substituir o ministro Teori Zavaski na relatoria da Operação da Lava Jato é o do decano do STF, Celso de Mello.

Além de jurista de grande competência, é respeitado dentro e fora do STF, tem credibilidade e aceitação pública.

Paulista de Tatuí, formado na Universidade de São Paulo, José Celso de Mello Filho, é ministro do STF desde 1989, quando foi nomeado pelo presidente da República da época, José Sarney.

Liberal nas ideias e na conduta, antes da nomeação para o STF, Celso de Mello foi membro do Ministério Público de São Paulo por 19 anos, entre 1970 1989.

Amigos próximos acreditam que ele será mesmo convidado, mas dificilmente aceitará.

IML ESCLARECE MORTE DE TEORI

O Instituto Médico Legal de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, concluiu que a causa da morte do ministro Teori Zavaski não foi afogamento, como os profissionais pensavam no início.

Os exames realizados indicam que o ministro sofreu impacto muito forte, causando politraumatismo.

DORIA COMEÇA A SE ESTRESSAR

Pessoas próximas do prefeito João Doria admitem que ele começa a se estressar com o excesso de burocracia dos órgãos da Prefeitura e também com a pouca eficiência de alguns auxiliares.

Sem costume com a máquina pública, Doria confidenciou a amigos que está perdendo a paciência com as dificuldades para realizar tarefas simples. Para ele, falta objetividade na execução dos trabalhos e sobra inércia e desculpas.

O prazo para a equipe engrenar é de 90 dias. Depois disso, quem produzir abaixo da meta será demitido sumariamente. Até para servir de exemplo.

SEM CANDIDATO, PT LIBERA BANCADA

Por 45 votos a 30 o Diretório Nacional do PT liberou a bancada para escolher por conta própria o candidato a presidente da Câmara Federal.

A decisão, inédita, significa que o Partido dos Trabalhadores está dividido. O esforço agora é convencer o candidato escolhido a ceder algum cargo importante na Mesa Diretora, talvez uma vice-presidência.

Pressionado, o presidente do PT disse que o eventual apoio ao candidato preferido do Governo não significa nenhuma cumplicidade com Michel Temer. "Para nós, ele continua sendo um golpista", lembrou Rui Falcão.

RAUL JUNGMANN EM ALTA

Fundador do PPS, ex-integrante do PCB, ex-ministro do Desenvolvimento Agrário no Governo Fernando Henrique Cardoso, deputado federal por Pernambuco e hoje ministro da Defesa, Raul Jungmann ganhou a confiança dos militares e encantou o chefe Michel Temer.

Como político experiente, ele assumiu a defesa das Forças Armadas dentro do próprio Governo, devolveu poderes que generais, almirantes e brigadeiros tinham perdido na era Dilma-Lula e ao mesmo tempo assumiu definitivamente o lema Ordem e Progresso.

Agora, com as mortes e as feridas expostas na crise dos presídios, ganha uma nova tarefa, a de comandar 1.000 homens do Exército, Marinha e Aeronáutica para retirar das celas tudo que possa ser transformado em arma.

Missão difícil, mas com a vantagem de abrir novos espaços no Governo.

LAVA JATO ESTÁ DE VOLTA

As operações da Lava Jato voltam com força total em fevereiro.

Das 70 delações de executivos da Odebrecht confirmadas até agora, o ministro Teori Zavaski já recebeu 42. Dizem que ficou tão surpreso com algumas que determinou investigações imediatas.

O objetivo é ganhar tempo e tentar encerrar o capítulo Lava Jato até o final do ano.

CONDIÇÕES DE CUNHA PARA DELATAR

Eduardo Cunha, o ex-presidente da Câmara Federal que levou Dilma Rousseff ao impeachment, está na dúvida de fará ou não delação premiada.

Advogados e amigos próximos dizem que ele só vai aceitar se receber em troca garantia de que a família não será alvo de ações da Lava Jato e de que terá a liberdade de volta ainda em 2017.

O que está falando mais alto, porém, é a eterna questão: o que ele ganha e o que perde com a delação?

RUI FALCÃO CONFIRMA LULA

O presidente do PT, Rui Falcão, tomou as dores de Lula e disse que ele "é o nosso eterno candidato".

De quebra, garantiu que o nome do ex-presidente será aprovado durante o congresso nacional do partido em abril próximo.

"O Lula não precisa ser lançado por ninguém, ele é o nosso candidato permanente à Presidência da República", repetiu Falcão durante reunião da bancada do PT na Câmara Federal.

É esperar para ver.

EMBARQUE EM AEROPORTOS FICA MAIS CARO

A Anac anunciou aumento de 8% nas tarifas de embarque dos voos nacionais, que passam de R$ 27,69 para R$ 29,90. Nos voos internacionais o aumento é de 3,6%, passando de R$ 109,13 para R$ 113,04.

Os novos preços começam a valer em 30 dias em 60 aeroportos administrados pela Infraero. Santos Dumont, no Rio, e Congonhas, em São Paulo, estão incluídos.

A decisão foi publicada nesta quarta-feira, 18, no Diário Oficial da União.

NEM PETISTAS ACREDITAM EM LULA CANDIDATO

Nem mesmo os petistas mais tradicionais acreditam que Lula conseguiria se eleger presidente da República em 2018.

Não acreditam, sequer, que ele saia candidato.

O raciocínio é que o partido saiu enfraquecido depois de tantas denúncias de corrupção, das investigações da Lava Jato e do impeachment de Dilma Rousseff.

Lula também ficou enfraquecido. Primeiro, por ter insistido no nome de Dilma que fez péssimo Governo e levou o país a uma situação de forte instabilidade econômica e política. Segundo, porque não apresenta defesa firme, só a ladainha repetitiva do "não pratiquei nenhum ato ilícito, antes, durante e depois de ser presidente".

Para a turma mais esclarecida do partido, o chororô de Lula já não convence o eleitor, o próprio PT e muito menos os promotores da Lava Jato que querem saber somente de fatos concretos.

Diante do cenário, candidatura de Lula funciona apenas como teatro. Nada mais.

TODOS QUEREM CIDADE LIMPA E SEM BURACOS

Começam os comentários de que João Doria está fazendo pouco para cumprir as muitas promessas assumidas depois que venceu as eleições.

As vassouradas em ruas da cidade mostrou pouco da atividade do novo prefeito paulistano.

Eleitores querem manter o entusiasmo vendo ruas do centro e dos bairros limpas, praças bem cuidadas, pichações apagadas e sistema de saúde funcionando.

Não pedem nem grandes obras por enquanto, só o que ele mais prometeu: cidade limpa e sem buracos.

IMPEACHMENT NO STF

Em 2015, dois pedidos de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal chegaram ao Senado. Em 2016, esse número saltou para 11.

São dirigidos a seis ministros do STF.

Há quem fale na tentativa de interferência do STF nos outros poderes. E também há quem acredite numa ação defensiva de políticos e de empresários que tem dívidas com a Justiça.

SINAL AMARELO NA ODEBRECHT

O sinal amarelo está bem aceso na administração da Odebrecht, a maior construtora da América Latina.

De um faturamento próximo de R$ 170 bilhões em 2015, a empresa só conseguiu chegar a R$ 75 bilhões em 2016, queda superior a 50%. Dos 160 mil empregados diretos e 300 mil indiretos, restam 80 mil diretos e 50 mil indiretos.

Contratos são cancelados todos os meses na África, nos Estados Unidos e na América do Sul.

No Brasil, a luta é para preservar as poucas obras que restam, desatar os nós na Lava Jato e readquirir o direito de voltar a contratar obras com o poder público.

Diretores batem na madeira, mas o risco de quebra não está descartado.

INFLAÇÃO DENTRO DA META

Com tantas notícias ruins em 2016, o brasileiro comum nem prestou atenção em um fato positivo e muito importante: o índice de inflação fechou o ano em 6,29%, isto é, dentro da meta do Banco Central.

É a primeira vez que isso acontece em dois anos.

É bom lembrar que no último ano do Governo Dilma a inflação estava em 10,67%, o maior percentual em 10 anos, com tendência de alta constante por causa do descontrole total da economia.

A área econômica do Governo Temer comemorou. Discretamente, como recomenda o chefe.

OBRAS DA DUTRA CANCELADAS

Mais de R$ 3 bilhões em obras para melhorar as condições de tráfico da Via Dutra, estrada que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, foram cancelados.

O objetivo era melhorar as marginais nos pontos de maior movimento da rodovia - Guarulhos e São José dos Campos, no Estado de São Paulo, e Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Também estavam previstas melhorias na Serra das Araras.

O acordo cancelando as obras foi firmado entre a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e a CCR Nova Dutra, empresa que detém a concessão da rodovia.

O assunto voltará a ser discutido em 2018.

MULTAS FAZEM ESCOLA

A decisão de João Doria de multar secretários e diretores que chegarem atrasados em compromissos internos e externos da Prefeitura de São Paulo, nasceu de uma brincadeira, mas promete ganhar espaço no país.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e o de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, disseram que estudam implantar alguma coisa parecida ainda no mês de janeiro.

Em Porto Alegre, o também tucano Nelson Marchesan Júnior ligou para Doria e pediu detalhes da "medida". Quer fazer o mesmo por lá.

Em todos os casos, o dinheiro que resultar das multas será doado para entidades de assistência social.

O "ACIDENTE" BEM EXPLICADO

Admirador de um português conservador, estilo Jânio Quadros, o presidente Michel Temer tem sido chamado seguidamente para explicar algumas frases.

Na última vez, poucos entenderam o que ele quis dizer com o "acidente pavoroso" dito durante entrevista que explicava a posição do Governo sobre o massacre com presos na penitenciária de Manaus, no Amazonas.

Depois de muitas críticas, Temer foi às redes sociais e se defendeu: "lembro aqui os sinônimos da palavra acidente, que podem ser vistos em qualquer bom dicionário brasileiro: tragédia, perda, desastre, desgraça, fatalidade".

PROBLEMAS PARA ALCKMIN

Tudo indica que o governador Geraldo Alckmin vai ter muitos problemas com o aumento das passagens nas linhas intermunicipais.

Os novos preços valem para 571 linhas de ônibus da Região Metropolitana de São Paulo e altera a vida financeira de uma população predominantemente de baixa renda.

Entre os "prejudicados" estão passageiros que tomam ônibus em cerca de 20 cidades, entre elas Osasco, Guarulhos, Diadema, São Bernardo do Campo e Santo André.

As reclamações uniram passageiros e políticos de todos os partidos, inclusive do PSDB.

LUPO FAZ DOAÇÃO PARA UNESP

A Lupo doou uma área de 41.000 metros quadrados para a Unesp (Universidade Estadual Paulista) construir o câmpus de Araraquara, no interior de São Paulo. O terreno vale cerca de R$ 7 milhões.

Fundada em 1921, pelo italiano Henrique Lupo, a empresa é conhecida por sempre ajudar a cidade. Também é lembrada pelo relacionamento amistoso com os seus 4.500 funcionários.

RENAN É NOME CERTO NA CCJ

Ganha força em Brasília a informação de que Renan Calheiros será eleito presidente da poderosa Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania quando deixar a presidência do Senado.

Os próprios senadores costumam dizer que tudo que acontece no Senado começa ou termina na CCJ. A Comissão tem 27 senadores titulares e 27 suplentes. O presidente atual é José Maranhão, do PMDB da Paraíba. O vice é José Pimentel, do PT do Ceará.

Renan só não será presidente se não quiser. Os amigos garantem que ele quer.

JANTAR DE APOIO?

O jantar que reúne Michel Temer e Geraldo Alckmin nesta terça-feira, 27, no Palácio do Jaburu, em Brasília, pode levar às primeiras conversas sobre as eleições presidenciais de 2018.

Nos corredores do Planalto circulam boatos cada vez mais frequentes de que Temer estaria disposto a apoiar Alckmin em uma eventual candidatura do tucano.

Assessores próximos do presidente desmentem e até ironizam. Para eles, Michel Temer é uma raposa política e jamais correria o risco de anunciar apoio a um candidato com tanta antecedência. Para eles, a simples demonstração de simpatia seria suficiente para provocar uma guerra entre os tucanos e também dentro do PMDB.

É tudo que Temer não quer.

PRA LÁ DE QUENTE

Com os 42,3º registrados às 13h desta terça-feira, 27, na Praia de Guaratiba, o Rio de Janeiro confirmou a temperatura mais ata do ano.

A sensação térmica chegou a 47,7º. É mais do que o calor de Cuiabá, Manaus, Teresina e Palmas, tradicionalmente as capitais mais quentes do Brasil.

PREFEITOS COM PROBLEMAS NA JUSTIÇA

O prefeito eleito de Osasco, Rogério Lins, do PTN, foi transferido da cadeia pública da cidade para a Penitenciária de Tremembé, conhecida por recolher presos considerados "famosos".

O também prefeito eleito de Embu das Artes, Ney Santos, do PRB, com prisão preventiva decretada, continua foragido.

DE CADA 100 DEPUTADOS, 88 APOIAM TEMER

Pesquisa informal feita com deputados na Câmara Federal na semana anterior ao Natal indica que de cada 100 parlamentares, 88 apoiam Michel Temer.

É um número expressivo, nunca visto em outros governos.

Chamou tanto a atenção que no começo do ano será feita no Senado.

O LADO LIGHT DA PETROBRAS

O lado light da Petrobras está comemorando os bons resultados do Projeto Tamar, uma ação ecológica importante que é patrocinada pela companhia há 34 anos.

O Oceanário de Aracaju, em Sergipe, comemorou a presença de 4.440 ninhos da espécie oliva (Lepidochelys olivacea), recorde de desovas de tartarugas marinhas no litoral brasileiro. O número é 30% superior ao da temporada anterior.

Técnicos da empresa explicaram que 150 filhotes da espécie oliva foram soltos na Praia do Atalaia, no final da tarde. Em uma única noite, o projeto registrou 350 tartarugas oliva, entre os litorais da Bahia e de Sergipe, área de reprodução prioritária para essa espécie no país.

Para eles, a quantidade recorde de fêmeas em uma mesma noite é um comportamento das olivas chamado de 'arribada' e até agora nunca tinha sido registrado no Brasil.

AVANÇO DA ENERGIA SOLAR

A CDHU iniciou um projeto piloto para instalação de placas solares fotovoltaicas. A ideia é gerar até 80% da energia consumida pelas famílias e reduzir substancialmente a conta de luz.

A primeira experiência inclui instalação de energia solar em 14 casas do conjunto habitacional da cidade de Pontes Gestal e mais 8 unidades no conjunto haitacional em Elisário, ambas na região de São José do Rio Preto.

Em caso de aprovação, a experiência será repetida por18 meses em 93 residências de São José dos Campos e 104 na cidade de São Paulo. Depois, o programa ganhará espaço em todo Estado.

Detalhe: energia solar fotovoltaica não é apenas para esquentar água de chuveiro. É mais completa, fornece energia para televisão, geladeira, lâmpadas, liquidificar. É considerado o futuro do planeta.

SÃO PAULO AJUDA PARAÍBA E PERNAMBUCO

O Governo de São Paulo vai emprestar quatro conjuntos de bombas flutuantes para o Ministério da Integração Nacional, que por sua vez vai leva-los para prestar serviços na Paraíba e em Pernambuco.

Cada conjunto de bombas é capaz de bombear até 2.000 litros de água bruta por segundo. É o mesmo que puxou água do volume morto do Sistema Cantareira, em São Paulo, na época da estiagem que deixou os paulistanos desesperados.

A entrega das bombas terá uma solenidade, marcada para segunda-feira, dia 26 de dezembro, às 11h, no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo. Autoridades, políticos e jornalistas foram convidados.

As bombas serão instaladas no braço leste da transposição do Rio São Francisco e tem como objetivo combater a estiagem que afeta a região há cinco anos. Campina Grande, uma das maiores cidades do Nordeste, finamente terá água para atender seus 400 mil habitantes.

SÃO PAULO AJUDA PARAÍBA E PERNAMBUCO 1

Sem dúvida, é uma boa ação emprestar as bombas, paradas em São Paulo, para dois Estados nordestinos que sofrem com a seca e a falta de água.

Mas é claro que existem outras razões.

Na verdade, Geraldo Alckmin começa a pavimentar a estrada que o deixará mais conhecido no Nordeste. Como governador e como candidato a presidente da República.

Essa é a segunda ação do governador paulista na região. Meses atrás, ele foi ao Nordeste, Pernambuco em particular, para testar a vacina contra dengue criada pelo Instituto Butantan, órgão da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo.

Todos sabem que saúde e seca são dois temas que mexem muito com o emocional do nordestino.

MUITAS MUDANÇAS NO FIES

A escolha de Silvio Pinheiro, ex-secretário de Urbanismo da Prefeitura de Salvador, para presidir o FNDE não foi apenas ideológica e porque ele é do DEM, o mesmo partido do ministro da Educação, Mendonça Filho.

Mendonça pensa em usar o FNDE, que vem a ser o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, para reformar os programas educacionais do Governo Federal, principalmente o FIES. Pinheiro é o encarregado da tarefa.

Tudo já conversado com o chefe maior, Michel Temer.

Por conta da nomeação vem aí mudanças significativas, primeiro no FIES, que terá novo formato. Depois entram os outros programas. Tudo para acontecer ao longo de 2017.

A RECUPERAÇÃO DA PETROBRAS

A Petrobras recebeu financiamento de US$ 5 bilhões do China Development Bank.

O contrato foi assinado no dia 16 de dezembro e funcionou como um grande cala boca em bancos norte-americanos, alemães e japoneses que estavam reticentes em firmar novos negócios com a Petrobras pós Lava Jato.

Com a operação, a Petrobras fica com dinheiro em caixa para atender todos os seus compromissos e, mais importante, não precisará fazer novas captações em 2017 e em 2018.

TEMER NO RISCO: VETA OU NÃO VETA?

Michel Temer está entre a cruz e a espada.

Se vetar o projeto de renegociação da dívida dos Estados, aprovado na Câmara, corre o sério risco de perder o apoio de deputados, senadores e governadores e comprometer a aprovação de projetos decisivos, como o da Previdência.

Se não vetar, seguramente vai tirar o país do caminho da recuperação.

A decisão dos deputados, considerada irresponsável, pela equipe econômica do Governo, deixa Temer numa situação muito difícil. Irritado com a situação, ele pediu auxílio ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para ver se sai algum coelho da cartola.

Por enquanto, não saiu.

VEREADORES QUEREM AUMENTO

Na contramão de tudo o que acontece na economia do país, vereadores de 23 cidades do Estado de São Paulo ainda lutam para aprovar aumentos de salários e benefícios. As regalias incluem carro zero quilômetro e passagens aéreas.

No Brasil, são mais de 160 propostas de aumento em discussão nas câmaras municipais.

Sem contar pelo menos duas centenas de tentativas frustradas por causa da pressão de populares, invadindo plenários e ameaçando os vereadores cara de pau.

O Ministério Público Federal está observando, sem se manifestar.

VAZAMENTO PODE ANULAR DELAÇÃO

O movimento para anular as delações premiadas que vazarem para a imprensa antes da homologação do STF cresce entre parlamentares de quase todos os partidos políticos.

Não é unânime, mas quase. Até mesmo os partidos de oposição, como PC do B e PT, assinam embaixo. O PSOL ainda resiste, mas não muito.

A estratégia é aprovar projeto bem claro, estabelecendo em lei que delação que for vazada perde o valor, é nula.

Junto pode vir alguma coisa do tipo "se colar, colou", falando que delação só pode ser feita quando o acusado estiver em liberdade.

O assunto deve entrar na pauta da Câmara na primeira semana do ano legislativo de 2017.

OS PEQUENOS ESTÃO GUARDANDO

A crise é grande, mas o brasileiro de classe média está aprendendo a se defender.

No mês passado, o Banco Central registrou 181.498 operações de investimento no Tesouro Direto, recorde absoluto desde o lançamento do programa. As aplicações chegaram a R$ 1,8 bilhão, com valor médio de R$ 10.142 por operação.

Interessante que 71,9% dos investimentos foram de valores até R$ 5 mil, ou seja, de pequenos investidores.

TUDO CONTRA A CORRUPÇÃO

O Ministério Público Federal colocou à disposição dos cidadãos mais uma arma contra a corrupção.

Trata-se de um aplicativo móvel, gratuito, chamado SAC MPF. Através dele é possível fazer denúncias em tempo real, solicitar informações e pedir informações processuais em todo Brasil.

Está disponível para smartphones com sistemas iOS e Android.

CHAPA DILMA-TEMER

O ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE, evitou mais lenha na fogueira do imbróglio que virou o julgamento da chapa Dilma-Temer, eleita em 2014 e desfeita de forma traumática com o impeachment.

"Eu estou fazendo uma estimativa de que, mantida a atual situação de temperatura e pressão, nós podemos julgar no primeiro semestre", disse ele.

Em seguida admitiu que se houver necessidade de fazer novas investigações, a partir da homologação das delações da Odebrecht, o assunto vai, seguramente, para o segundo semestre.

Caso as contas da campanha sejam recusadas pelo TSE, Dilma fica inelegível e Temer perde o mandato.

MUITA GENTE, MUITO DINHEIRO

O Governo do Estado de São Paulo tem 1 milhão e 37 mil servidores públicos, incluindo ativos, inativos e pensionistas que atuam nos três poderes - executivo, legislativo e judiciário, além das autarquias.

A conta não inclui funcionários das universidades - USP, Unicamp e Unesp.

Os salários e encargos dessa turma toda somam R$ 2 bilhões e 200 milhões por mês. Os dados são oficiais, da Secretaria da Fazenda.

É muito dinheiro e de grande importância numa fase de crise econômica e poucas vendas no comércio.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro