São Paulo, SP, 17/09/2019
 
29/08/2014 - 11h43m

Marina Silva afirma que energia limpa é essencial para o Brasil

Agência Brasil/Iolando Lourenço 
Reprodução
A candidata do PSB à Presidência da República ressaltou que energia limpa é assunto importante em sua pauta de governo
A candidata do PSB à Presidência da República ressaltou que energia limpa é assunto importante em sua pauta de governo

Brasília - A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, disse na última quinta-feira (28) aos empresários na Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética (Fenasucro), em Sertãozinho (SP), que energia limpa é assunto importante em sua pauta de governo. A candidata, segundo sua assessoria, disse que participou do evento para falar de um projeto de Brasil que busca soluções e mais avanços em muitos setores, sem abandonar as conquistas já alcançadas.

“Temos aqui, em Sertãozinho, um grande potencial de geração de energia de bagaço e de palha de cana que podem produzir energia limpa e de que já dispomos, graças aos investimentos que foram feitos pela indústria aqui instalada, a um custo muito mais barato em termos de eficiência do que as termoelétricas”, disse Marina Silva. “Se ainda não temos isso é por pura falta de visão estratégica de um Brasil sustentável”.

Acompanhada do candidato à Vice-Presidência, Beto Albuquerque, Marina Silva disse que um dos setores em que ela acredita que falta estratégia de longo prazo é o energético. Os candidatos do PSB, segundo a assessoria, defendem que o setor do agronegócio ganhe relevância e que tenha um olhar voltado à sustentabilidade. “É preciso entender que os padrões mundiais para o segmento mudaram e requerem um padrão de sustentabilidade”, disse Beto Albuquerque.

Segundo a assessoria, durante o encontro foram feitas queixas em relação à situação da região, que vem assistindo à retração dos negócios nos últimos anos, com fechamento de postos de emprego e encerramento de atividades de mais de 40 usinas. Marina recebeu dos empresários documentos com sugestões de medidas a serem adotadas para melhorar o setor.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro