São Paulo, SP, 19/09/2019
 
27/08/2014 - 14h04m

Mary Poppins: musical da Disney completa 50 anos de lançamento

Agência Hoje/Isabela Guiaro  
Reprodução
"Mary Poppins" faz parte da lista dos 100 melhores musicais do cinema americano

São Paulo - Lançado em 27 de agosto de 1964, a produção Disney “Mary Poppins”, protagonizada por Julie Andrews, é baseada na série de livros homônimos da escritora P.L. Travers, além de fazer parte da lista dos 100 melhores musicais da história do cinema americano, feita pela American Film Institute (AFI), ocupando a sexta posição, atrás de grandes nomes como “Cantando na Chuva”, “O Mágico de Oz” e “A Noviça Rebelde”.

Os produtores da Disney passaram cerca de 26 anos tentando convencer Travers a vender à produtora os direitos do livro para a realização de um filme. A autora só aceitou a oferta no final da década de 1950, quando seus livros começaram a vender bem menos do que costumavam.

A história, porém, é diferente no filme: a personagem Mary Poppins foi adaptada para não parecer tão fria. Além disso, os personagens gêmeos John e Bárbara foram cortados. A escritora não ficou contente com o resultado da filmagem, principalmente por que ela não queria que um romance entre Mary e Bert ficasse evidente.

Mesmo com as mudanças, o sucesso do musical foi inegável, alcançando a maior bilheteria mundial no ano de lançamento. No ano seguinte, foi indicado a 13 categorias no Oscar, vencendo cinco: Melhor Atriz (Julie Andrews), Melhores Efeitos Visuais, Melhor Edição, Melhor Canção Original e Melhor Trilha Sonora Substancialmente Original, além de um BAFTA, um Globo de Ouro e um Grammy.

Sinopse

Em Londres, 1910, o banqueiro George Banks procura uma nova babá para seus filhos Michael e Jane, pois estes, travessos, fizeram a antiga, Katie Nanna, se demitir. Ele escreve um anúncio para o jornal, enquanto sua mulher, Winifred, tenta acalmá-lo, mas esta está pensando mais nos direitos da mulher. As crianças, então, escrevem seu próprio anúncio, mas o pai o rasga e joga na lareira por considerar as especificações pedidas muito fantasiosas.

Os pedaços de papel sobem na fumaça até uma nuvem onde estava Mary Poppins. Ela, ao vê-lo, resolve se candidatar ao posto de babá e faz com que as outras candidatas sejam levadas pelo vento antes de fazerem a entrevista. Poppins desce, então, das nuvens com seu guarda-chuva mágico e é contratada

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro