São Paulo, SP, 22/08/2019
 
21/06/2012 - 19h33m

Mercado de trabalho apresenta indicadores favoráveis, diz IBGE

Folhapress 

RIO DE JANEIRO, RJ  (Folhapress/Pedro Soares) - Apesar da queda do rendimento e da quase estabilidade da taxa de desemprego, o mercado de trabalho apresentou indicadores "bastante favoráveis em maio", segundo Cimar Azeredo Pereira, coordenador da pesquisa Mensal de Emprego do IBGE.

Para o técnico, a variação da renda (recuo de 0,1%) foi muito próxima da estabilidade e em São Paulo houve avanço de 0,5% ante abril. Já a taxa de desemprego, diz, demora ainda a sofrer uma "inflexão" neste ano, mas o mercado de trabalho continua gerando postos de trabalho e não há sinais de precarização como redução expressiva do rendimento ou aumento das contratações informais, apesar do ambiente de crise.

A taxa de desemprego passou de 6% em abril para 5,8% em maio, diferença tida pelo IBGE como estatisticamente estável, considerando que se trata de uma pesquisa por amostra.

Para o coordenador do IBGE, o fato de a taxa não ter recuado com força não preocupa, ainda que em maio não tenham sido gerados postos de trabalho suficientes para reduzir de modo significativo o desemprego.

Segundo Pereira, os bons resultados de São Paulo indicam uma possível melhora do mercado de trabalho em junho e nos meses próximos.

"São Paulo é o farol do mercado de trabalho, que sinaliza novas tendências. Na região, o emprego e a renda cresceram", afirma.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro