São Paulo, SP, 23/10/2018
 
15/03/2017 - 09h06m

Ministro nega pedido da defesa de Dilma para que TSE ouça Yunes e Eliseu Padilha

Agência Brasil/André Richter 

Brasília - O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou nesta terça-feira (14) pedido da defesa da ex-presidente Dilma Rousseff para que o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o advogado José Yunes prestem depoimento na ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer.

Na decisão, o ministro afirmou que não há referência “de fatos concernentes à atuação de Eliseu Padilha ou José Yunes que tenham correlação direta” com os recursos de financiamento da campanha de 2014.

“Consoante já se afirmou linhas acima, este feito eleitoral não pode servir como um centro de investigação de ilícitos penais que, em tese, envolvam todo o setor político brasileiro”, argumentou o ministro.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro