São Paulo, SP, 22/09/2019
 
27/10/2014 - 14h39m

Morte do guitarrista e cantor americano Lou Reed completa um ano

Agência Hoje  
Reprodução

São Paulo (Agência Hoje/Isabela Guiaro) - O famoso cantor, compositor e guitarrista americano Lou Reed morria aos 71 anos no dia 27 de outubro de 2013, em decorrência de problemas no fígado, onde já havia feito uma cirurgia no início do mesmo ano.

O músico, que já havia cancelado vários compromissos em abril de 2013 devido ao seu estado de saúde, afirmava, em junho, que estava se sentindo mais forte e que era "uma vitória da medicina, da física e da química modernas".

Vida e Obra

Lou Reed nasceu em Nova York, EUA, no dia 2 de março de 1942. Montou a banda The Jades aos 16 anos, com quem gravou sua primeira canção, “So Blue”. Já em 1964, depois de conseguir um emprego como compositor na gravadora Pickwick, ele cria o “The Primitives” com a parceria de John Cales.

Junto com Sterling Morrison e Maureen Tucker, “The Primitives” acaba virando o “Velvet Undergroung”, que foi descoberta pelo empresário Andy Warhol. O primeiro álbum da banda, “Velvet Underground & Nico” deixou-a popular. Nos anos seguintes lançaram mais dois discos: “White Light/White Heat” e “The Velvet Underground”.

Em 1970, porém, Reed deixa a banda e passa a se dedicar a sua carreira solo. Em 1972 lança o álbum “Transformer”, produzido pelo cantor David Bowie, incluindo o seu maior sucesso, “Walk on the Wild Side”. No ano seguinte lança o disco “Berlin”.

Em 1990, após 20 anos separados, O Velvet Underground se junta novamente para um show beneficente e, em 1993, a banda sai em turnê pela Europa. Já em 2000, canta para o Papa João Paulo II em Roma.

Após gravar várias canções com bandas como The Killers, cria um novo grupo chamado Metal Machine Trio. Saiu em turnê com o Trio e lançou o álbum “Lulu”, em 2011, em parceria com o Metallica, mas este foi recebido negativamente pela crítica e acabou sendo seu último álbum.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro