São Paulo, SP, 24/06/2019
 
06/11/2014 - 17h38m

MP faz busca em endereços de policiais acusados de receber propina no Rio

Agência Brasil/Vitor Abdala 

Rio de Janeiro - O Ministério Público e a Secretaria de Segurança do Rio cumprem nesta quinta-feira (6) 26 mandados de busca e apreensão no estado. O objetivo é conseguir provas contra oficiais da Polícia Militar (PM) investigados pela Operação Amigos S.A. A operação, desencadeada em setembro deste ano, apura o envolvimento de policiais com a cobrança de propina a motoristas e comerciantes da zona oeste, além de lavagem de dinheiro.

Os mandados estão sendo cumpridos em endereços comerciais e residenciais de oito investigados, entre eles o coronel da PM Alexandre Fontenelle, ex-comandante de Operações Especiais da corporação.

O inquérito apura a compra de imóveis e a abertura de empresas com dinheiro obtido ilegalmente. Entre os imóveis investigados, uma casa de luxo em Búzios e dois apartamentos localizados nos bairros do Grajaú e de Jacarepaguá, todos em nome de parentes de Fontenelle.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro