São Paulo, SP, 24/05/2018
 
08/01/2014 - 23h44m

Mulher que danificou estátua de Drummond é suspeita de homicídio

Agência Brasil/Nielmar de Oliveira 
Reprodução
Estátua de Drummond foi pichada por mulher suspeita de homicídio no Rio
Estátua de Drummond foi pichada por mulher suspeita de homicídio no Rio

Rio de Janeiro - Policiais da 13ª Delegacia de Polícia, localizada em Copacabana, identificaram como sendo July Bernardes Vasconcellos Reis, de 29 anos, a namorada de Pablo Lucas Faria, acusado pela pichação da estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade, na noite do último dia 25 de dezembro.

Segundo informações da delegada assistente da 13ª, Elisa Borboni, July - que é conhecido como Mel e também como Ágata - responde a inquérito instaurado na delegacia de Marechal Hermes (30º DP) como autora de homicídio cometido em 2012. Há, ainda contra ela, em andamento, uma investigação instaurada em 2007 por tentativa de homicídio e lesão corporal e que corre na 24ª Delegacia, em Piedade, também na zona norte da cidade.

July foi identificada como a mulher que acompanhava Pablo Lucas Faria durante a pichação à estátua de Drummond, na noite de Natal, a partir das imagens das câmeras de segurança localizadas no Posto 6, na Avenida Atlântica, em Copacabana. Fotos de July foram apresentada pelos policiais aos vizinhos de Pablo, que confirmaram que a mulher é namorada do advogado e figura constante na casa dele

Segundo os agentes envolvidos nas investigações, parentes de July, ouvidos a respeito, alegaram que “não têm contato com a acusada há anos e que a reconheceram quando viram imagens de TV”. Os agentes estão à procura de July, monitorando endereços e locais que ela costuma frequentar.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro