São Paulo, SP, 15/10/2019
 
09/12/2015 - 10h04m

Novo sistema antimísseis deve ser entregue à Rússia na metade de 2016, afirma ministério

Agência Sputnik 

Moscou - O Ministério da Defesa da Rússia deverá receber o novo sistema de defesa antimísseis de curto alcance Sosna na metade do próximo ano. O vice-chefe da empresa fabricante, Sergei Ignatov, disse à agência de notícias RIA Novosti nesta quarta-feira (9) que as provas finais do complexo estão marcadas para o início de 2016.

“Precisamos apresentar o sistema de Ministério da Defesa no meio do ano, em seguida assinaremos um contrato com o órgão militar”, afirmou Sergei Ignatov durante a exposição de armas do Golfo Defesa e Aeroespacial, no Kuwait.

De acordo com ele, o sistema foi desenvolvido em conformidade com as necessidades do Ministério da Defesa russo e a distância do novo sistema de lançamento duplicou em comparação com o anterior, o Strela, passando de cinco quilômetros para dez quilômetros.

O Sosna pode eliminar todos os tipos de ameaças aéreas, incluindo armas de alta precisão, como mísseis de cruzeiro e mísseis guiados contra aeronaves. Os testes preliminares foram concluídos com êxito total no ano passado. Uma grande quantidade de países do Sudeste Asiático e do Oriente Médio já demonstraram interesse no sistema.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro