São Paulo, SP, 27/06/2019
 
17/11/2015 - 14h20m

Pesquisa para validar a fosfoetanolamina receberá R$ 10 milhões

Portal EBC 
Reprodução
Estudos vão ser conduzidos por laboratórios que têm parcerias firmadas com o Ministério da Saúde
Estudos vão ser conduzidos por laboratórios que têm parcerias firmadas com o Ministério da Saúde

Brasília - O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, anunciou um plano de trabalho para a validação da molécula fosfoetanolamina, que pode vir a ser usada no tratamento do câncer.

Segundo Pansera, serão destinados R$ 10 milhões até 2017 para atividades ligadas à pesquisa do medicamento. Os estudos vão ser conduzidos por laboratórios que têm parcerias firmadas com o ministério, além do Instituto Butantan e institutos ligados ao Ministério da Saúde.

A pasta vai apoiar que os testes clínicos com a fosfoetanolamina, usada no tratamento do câncer, sejam feitos rapidamente.

A declaração foi feita pela diretora do Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde, Clarice Petramale, em audiência pública na Câmara dos Deputados.

O medicamento, usado no tratamento do câncer, foi descoberto há 20 anos por pesquisadores da Universidade de São Paulo na cidade de São Carlos (SP). Mas, desde que foi proibido de ser distribuído, pacientes tiveram que recorrer à Justiça.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro