São Paulo, SP, 22/06/2018
 
27/12/2014 - 05h30m

Pobre Maranhão

 

Na briga política entre membros da família Sarney e o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino, quem leva a pior é a população, principalmente os mais pobres.

Nos últimos dias do seu Governo, Roseana Sarney fez de tudo para zerar o caixa do Estado. Assinou convênios milionários privilegiando as Prefeituras que deram apoio político aos seus candidatos; fez contratos de convênios médicos superiores a R$ 100 milhões e agora tenta antecipar pagamentos de precatórios que beneficiariam empresas ligadas à família.

Tudo para deixar o Estado falido e comprometer a administração do novo governador, pertencente aos quadros do PC do B. A mágoa de ver o seu candidato derrotado ainda no primeiro turno das eleições é tanta que Roseana preferiu renunciar ao cargo simplesmente para não ter a obrigação de estar presente na cerimônia de passagem do cargo.

Enquanto isso, boa parte da população vive de pires na mão. Pede mais escolas, mais hospitais, mais creches, mais infraestrutura, mais segurança, mais empregos, mais tudo.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro