São Paulo, SP, 19/06/2018
 
13/12/2016 - 18h25m

Polícia Federal prende secretários de São Bernardo do Campo e mais 7 por corrupção

Agência Brasil/Daniel Mello 

São Paulo - Entre os oito presos na Operação Hefesto, deflagrada hoje (13) pela Polícia Federal (PF), estão os secretários municipais de Cultura e Obras de São Bernardo do Campo (na Grande São Paulo), Osvaldo de Oliveira Neto e Alfredo Buso. Eles são acusados de participar de um esquema de desvio de verbas para construção do Museu do Trabalho, na região central do município.

Até o momento, não há indícios de envolvimento do prefeito Luiz Marinho (PT).

Além das prisões temporárias, foram cumpridos ainda 16 mandados de busca e apreensão, inclusive no Ministério da Cultura), de onde saiu parte dos recursos usados na obra. Entre os bens apreendidos estão dois veículos de luxo – um BMW e um Porche – e R$ 300 mil em espécie de uma das empresas acusadas de envolvimento.

Foram cumpridos ainda oito mandados de condução coercitiva. As ações ocorreram em São Bernardo, São Paulo, Santos (SP), Barueri (SP), no Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro