São Paulo, SP, 18/08/2019
 
08/02/2015 - 08h45m

Polícia Federal tenta prender o segundo operador de ação de corrupção na Petrobras

Agência Brasil/André Richter 

Curitiba - A Polícia Federal ainda procura cumprir o mandado de prisão contra Mário Frederico Mendonça Goes, investigado na nona fase da Operação Lava Jato. Ele mora no Rio de Janeiro e está foragido desde quinta-feira (5), quando a operação foi deflagrada.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Goes atuava no esquema de corrupção na Petrobras usando o mesmo estratagema do doleiro Alberto Youssef e do empresário Fernando Baiano, recolhendo propina de empresas privadas para agentes da estatal e ocultando a origem dos recursos.

Goes apareceu nas investigações por meio de delação premiada do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco e depoimento espontâneo de Cíntia Provesi Francisco, ex-funcionária da Arxo Industrial, cujos sócios foram presos, acusados de pagar propina a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras. Com o dinheiro oriundo de pagamentos indevidos, o acusado é suspeito de ter comprado um avião particular, registrado em nome de sua empresa, a Riomarine Óleo e Gás.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro