São Paulo, SP, 22/11/2019
 
02/12/2014 - 18h34m

Policiais desarticulam quadrilha internacional de tráfico de drogas

Agência Brasil/Ivan Richard 
Divulgação/PF
As drogas eram camufladas em madeira para construção de casa pré-moldada
As drogas eram camufladas em madeira para construção de casa pré-moldada

Brasília - A Superintendência da Polícia Federal (PF) no Paraná e a Receita Federal deflagraram nesta terça-feira (2) operação para desarticular uma quadrilha de tráfico internacional de drogas com patrimônio superior a R$ 60 milhões. Durante a Operação Denarius (dinheiro em latim), estão sendo cumpridos 13 mandados de prisão, 16 de condução coercitiva, 39 de busca e apreensão domiciliar e 42 de busca e apreensão de bens, entre eles cabeças de gado, dois aviões e um helicóptero em cidades de seis estados: Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

De acordo com a PF, a quadrilha adquiria toneladas de cocaína do Peru e da Bolívia e remetia a droga para a Europa, principalmente a Espanha, escondida em meio à madeira de casas pré-fabricadas, em contêineres que saíam de Porto Velho.

Iniciadas em fevereiro deste ano, as investigações identificaram, segundo a PF, um pecuarista da cidade paranaense de Umuarama, que recebia grandes carregamentos de cocaína e depois remetia para outros estados. “Com o avançar das investigações, foi identificada uma ampla rede internacional de narcotráfico, que enviava os carregamentos de cocaína do Brasil para a Europa e recebia, por isso, grandes somas de dinheiro estrangeiro, principalmente euros, que eram entregues a uma rede de operadores ilegais de câmbio em São Paulo e Umuarama”, informou a Polícia Federal.

Conforme a PF, a lavagem do dinheiro era feita por meio da compra de imóveis, cabeças de gado, veículos e aeronaves. Os recursos provenientes do tráfico internacional também eram usados para “financiar um estilo de vida suntuoso, com constantes viagens de férias ao exterior”, diz relatório da PF. Os envolvidos no esquema usavam "laranjas" (testas de ferro) para “lavar” os recursos oriundos da atividade criminosa.

Ao longo das investigações, foram feitas apreensões de drogas e dinheiro em espécie, que serão usados como prova da atividade criminosa da quadrilha. Ao todo, foram apreendidos R$ 150 mil e 831quilos de cocaína, que estavam camuflados em dois contêineres com casas pré-fabricadas prontas para ser exportadas para Madri.

Na operação desta terça-feira, além da prisão de 13 acusados de chefiar o grupo, estão sendo apreendidos 37 veículos, entre carros, caminhões e motocicletas, duas embarcações, dois aviões e um helicóptero, além de 3,5 mil cabeças de gado. A Justiça Federal no Paraná autorizou o bloqueio de 43 bens imóveis, com avaliação total superior a R$ 60 milhões, sendo sete fazendas, quatro sítios, 16 terrenos, cinco apartamentos, nove casas e dois prédios comerciais, além do bloqueio de contas bancárias em nome de 17 pessoas.

Ao todo, 180 policiais federais e dez auditores da Receita Federal participam da Operação Denarius. Os presos e o material apreendido serão encaminhados para a delegacia da PF em Guaíra (PR), onde serão ouvidos e mantidos sob custódia.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro