São Paulo, SP, 19/06/2019
 
15/04/2016 - 21h36m

PP decide votar a favor do impeachment; partido tem 46 deputados e apoiava Governo

Agência Brasil/Iolando Lourenço 

Brasília - O Partido Progressista (PP) fechou questão, hoje (15), para que sua bancada na Câmara vote a favor da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A decisão foi tomada em reunião da Executiva Nacional da legenda.

A bancada na Câmara havia aprovado que a orientação de voto da liderança seria pela aprovação do relatório do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), favorável à abertura do processo contra Dilma.

Pelas regras partidárias, o fechamento de questão significa que se algum deputado votar contra a decisão do partido, ele poderá sofrer punições. Em nota, o PP informa que o fechamento de questão na votação se deu “por aclamação” e que os que não cumprirem a determinação poderão até serem expulsos.

De acordo com a Executiva partidária, “as sanções, que estão previstas no estatuto do partido, podem chegar à expulsão da legenda, após o processo ser submetido ao conselho de ética partidário”. O partido conta com uma bancada de 46 deputados aptos a votarem neste domingo.

O PP é o primeiro partido a fechar questão pela aprovação da admissibilidade da denúncia contra a presidenta Dilma Rousseff, por crime de responsabilidade. Contra a aprovação do impeachment, fechou questão o PDT.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro