São Paulo, SP, 05/03/2021
 
15/04/2014 - 09h23m

Prefeitura anuncia nova ciclovia entre Ceagesp e Parque do Ibirapuera

Agência Hoje 
Reprodução
Nova ciclovia de 17 quilômetros sairá do Ceagesp e chegará ao Parque do Ibirapuera
Nova ciclovia de 17 quilômetros sairá do Ceagesp e chegará ao Parque do Ibirapuera

São Paulo (Agência Hoje) - A construção de uma ciclovia com 17 quilômetros de extensão, ligando o Ceagesp ao Parque do Ibirapuera e passando pelas avenidas Pedroso de Moraes, Faria Lima, Hélio Pelegrino e Gastão Vidigal, foi anunciada pela Prefeitura. O início das obras deve ocorrer no segundo semestre, após a conclusão do projeto executivo. 

A obra abrange seis trechos contando com a implantação de ciclovias nas avenidas Doutor Gastão Vidigal, Brigadeiro Faria Lima, Hélio Pellegrino e a adaptação do passeio existente no canteiro central das avenidas Professor Fonseca Rodrigues e Pedroso de Moraes, além da adaptação da ciclovia existente no Largo da Batata.

A previsão de entrega total das obras é para outubro de 2015. O investimento previsto é de R$ 54 milhões, obtidos através do valor arrecadado pela Prefeitura com a emissão de Certificados de Potencial Construtivo (Cepac) para a iniciativa privada, dentro da Operação Urbana Consorciada Faria Lima.

Os serviços para implantação da ciclovia estavam previstos na licença ambiental concedida pelo governo estadual em 1994, como uma das condições para a ampliação da Faria Lima. Em 2012, a administração municipal entregou dois quilômetros do previsto no projeto, entre a avenida Rebouças e a rua dos Pinheiros, na zona oeste.

“A previsão é essa, tem recursos destinados para isso então é uma questão de agilidade de licitação. Não há o problema de financiamento. Nesse caso específico tem dinheiro reservado das Operações Urbanas”, afirmou o prefeito Fernando Haddad, após evento realizado na manhã desta segunda-feira (14).

A obra beneficiará os ciclistas no deslocamento aos centros comerciais, como no caso da avenida Brigadeiro Faria Lima, e aos espaços de lazer, como os parques do Povo, Ibirapuera e Villa-Lobos. Ao longo dos 17 quilômetros haverá ainda ramificações que aproximarão as ciclovias das estações Cidade Universitária, Pinheiros, Rebouças-Hebraica e Cidade Jardim, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

“Esta obra deverá incentivar o desenvolvimento da mobilidade sustentável, já que vai se integrar também aos meios de transporte público”, explicou o secretário de Coordenação das Subprefeituras, Ricardo Teixeira.

O Programa de Metas 2013-2016 prevê a implantação de 400 quilômetros de vias cicláveis, entre ciclovias, ciclo-rotas e ciclo-faixas. De acordo com o sistema de acompanhamento, até dezembro 14,8% do objetivo já avançou e obras foram iniciadas em 49,3 quilômetros de vias.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro