São Paulo, SP, 17/08/2019
 
08/10/2015 - 18h02m

Presidente Dilma convoca seus 31 ministros para a primeira reunião de governo

Agência Brasil/Paulo Victor Chagas e Luana Lourenço 

Brasília - Começou há pouco a reunião convocada pela presidente Dilma Rousseff com a equipe ministerial. Os 31 ministros foram chamados para a primeira reunião de governo após a reforma administrativa anunciada semana passada. É a segunda vez que Dilma reúne toda a equipe neste mandato. A primeira foi em fevereiro.

Ao contrário de reuniões ministeriais anteriores, em que a abertura feita por Dilma foi transmitida ao vivo para a imprensa, o encontro desta quinta-feira será fechado. No fim, está prevista uma entrevista coletiva com os ministros.

Na reunião, que ocorre na Sala Suprema do Palácio do Planalto, Dilma alinhará com os ministros a nova configuração do governo, após o corte de oito ministérios e o remanejamento de titulares de algumas pastas. Na segunda-feira (5), dez ministros tomaram posse em seus novos cargos. As mudanças da reforma administrativa também incluíram a extinção de secretarias nacionais e corte de cargos comissionados.

Além da reforma, a necessidade de cortar gastos levou o governo a reavaliar alguns programas, o que exigirá discussão de prioridades nos ministérios. Em discursos recentes, Dilma tem argumentado que, diante da crise, é preciso focar investimentos em áreas como infraestrutura e exportações, de modo a garantir a retomada do crescimento da economia.

Participam da reunião, além do vice-presidente Michel Temer, 27 ministros de Estado. Cumprindo agendas no Peru, os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, enviaram representantes. Ausentes, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, participa de eventos representando o Brasil na Rússia, e a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, está em férias.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro