São Paulo, SP, 12/12/2019
 
07/05/2014 - 10h17m

Primeiro suspeito de participar de linchamento de dona de casa no Guarujá está preso

Agência Brasil/Daniel Mello 

Guarujá, São Paulo - Está detido no 1º Distrito Policial de Guarujá, litoral paulista, um suspeito de participar do linchamento da dona de casa Fabiane Maria de Jesus. Segundo a Polícia Civil, o homem foi identificado a partir das imagens feitas durante o ataque, no último sábado (3). Não foram divulgadas informações sobre o suspeito. A polícia ainda busca identificar outros agressores, a partir de análises das gravações.

Fabiane foi confundida com uma mulher que teria sequestrado crianças para praticar rituais de magia. O boato surgiu de uma publicação na página Guarujá Alerta, no Facebook, que publicou o retrato falado de uma suspeita de tentar abduzir uma criança, no Rio de Janeiro.

O responsável pela página que divulgou a notícia se apresentou espontaneamente à polícia hoje (6). Segundo o delegado Luís Ricardo Lara, o homem pediu sigilo sobre a sua identidade e o conteúdo do depoimento, porque sofreria ameaças. "Foi bastante esclarecedor [o depoimento]. Ele mostrou disposição em ajudar a polícia e a identificar as pessoas, permitiu que a polícia tenha acesso a todo o conteúdo publicado na página. Ele vai ajudar nas investigações", disse o delegado.

O linchamento aconteceu no início da noite de sábado, na comunidade de Morrinhos, em Guarujá (SP). Fabiane foi amarrada e espancada até a chegada da Polícia Militar, que teve que fazer um cordão de isolamento para evitar que a população continuasse a agredir a dona de casa. Ela foi hospitalizada e morreu na manhã de segunda-feira (5), dois dias após o ataque.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro