São Paulo, SP, 18/06/2019
 
19/10/2013 - 12h29m

Programa Mais Médicos atende 320 mil pacientes de UBS no primeiro mês de atividade

Agência Hoje 
Agência Brasil/Arquivo
Profissionais integrantes do Programa Mais Médicos atenderam 320 mil pessoas em 30 dias de trabalho
Profissionais integrantes do Programa Mais Médicos atenderam 320 mil pessoas em 30 dias de trabalho

São Paulo (Agência Hoje) - No primeiro mês de trabalho, os 837 médicos que receberam autorização para trabalhar em postos de saúde da periferia e de pequenas cidades do interior do Brasil, registraram o atendimento para consultas de 320 mil pacientes, a maioria em UBS (Unidade Básica de Saúde).

No mesmo período, eles entregaram receitas médicas que permitiram a retirada de medicamentos para 13,8 mil pacientes em postos de atendimento e farmácias populares credenciadas. Ao todo, no momento estão trabalhando no Programa, 577 médicos brasileiros e 260 estrangeiros. Há um grupo de aproximadamente 300 profissionais aguardando registro para iniciarem atividades.

“Os primeiros passos do Mais Médicos já surtem efeito nos atendimentos. Os números mostram que a presença dos profissionais do programa já está fazendo a diferença para a saúde da população. Estamos ampliando o atendimento nas regiões carentes do país e fortalecendo a atenção básica”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que acompanhou o trabalho de duas médicas nesta sexta-feira (18) em um Centro de Saúde de Samambaia, cidade satélite de Brasília (DF).

“Além da ampliação do acesso, a presença do médico estimula também a melhoria de infraestrutura das Unidades Básicas de Saúde. Com essa combinação – mais médicos e melhor infraestrutura – estamos, aos poucos, avançando na cobertura e na qualificação do atendimento em saúde, principalmente para as populações mais vulneráveis”, destacou o ministro.

Mais Médicos

A partir da próxima semana, 1.061 profissionais com registro no Brasil e no exterior estarão atuando em unidades de saúde do interior e nas periferias de grandes cidades brasileiras, beneficiando mais de 3,6 milhões de moradores. Em torno de 61% dessas pessoas vivem no Norte e Nordeste. Considerando os 2.597 profissionais da segunda seleção, que devem iniciar suas atividades ainda neste mês, mais nove milhões de brasileiros terão o atendimento em atenção básica reforçados em suas cidades, totalizando, assim, 13,3 milhões de pessoas atingidas pelo programa.

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais. A iniciativa prevê também a expansão do número de vagas nos cursos de Medicina e de residência médica, além do aprimoramento da formação médica no Brasil, com foco na atenção básica.

Na última quarta-feira (16), o Senado Federal aprovou a Medida Provisória 621/2013, que criou o Programa Mais Médicos. A MP segue agora para sanção da presidente Dilma Rousseff.

O Programa Farmácia Popular, com funcionamento de apoio ao Programa Mais Médicos, garante medicamento gratuito ou com desconto para todo cidadão brasileiro. Basta apresentar o documento de identidade, CPF e receita médica com validade indicada para cada tipo de medicamento. Desde 2011, mais de 20 milhões de pessoas foram beneficiadas.

Atualmente, a rede credenciada do Aqui Tem Farmácia Popular beneficia 3.742 municípios brasileiros. Além disso, o Brasil possui 546 unidades próprias do governo. Nos 580 municípios em que os profissionais da primeira etapa do Programa Mais Médicos foram alocados, há 200 farmácias próprias e 7.032 privadas credenciadas.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro