São Paulo, SP, 23/09/2019
 
17/05/2016 - 13h14m

Projeto que dá autonomia ao BC é avanço em relação a acordo verbal, diz Meirelles

Agência Brasil/Kelly Oliveira e Daniel Lima 
Agência Brasil/José Cruz
Henrique Meirelles, anunciou que o governo pretende garantir autonomia operacional ao Banco Central
Henrique Meirelles, anunciou que o governo pretende garantir autonomia operacional ao Banco Central

Brasília - O governo vai enviar ao Congresso Nacional um projeto de emenda à Constituição para garantir autonomia operacional ao Banco Central (BC), informou nesta terça-feira (17) o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Acrescentou que a garantia da Constituição é uma “avanço” em relação ao acordo verbal de autonomia como ocorre atualmente. O ministro acrescentou que, nos oito anos que esteve à frente do BC, esse acordo verbal foi cumprido.

O ministro da Fazenda explicou que a autonomia para tomar decisões não se confunde com independência, por meio da adoção de mandatos para a diretoria do BC.

“O que vai ser definido formalmente, isso é mais importante do que parece, é a autonomia técnica. No momento, não há definição de mandato que seria o caso de uma independência formal do Banco Central, o que é uma questão que será sempre objeto de discussão”, disse Meirelles.

Para ele, a decisão de dar independência ao BC não pode ser tomada de “afogadilho” porque precisa de análise profunda e um acordo político com a sociedade de maior abrangência.

No último dia 13, o governo interino informou que pretende enviar um projeto ao Congresso Nacional retirando o status de ministro do presidente do BC, mas mantendo o foro privilegiado para toda diretoria do banco e autonomia da instituição.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro