São Paulo, SP, 12/12/2018
 
17/01/2018 - 18h31m

Projeto vai recuperar áreas degradadas junto aos rios e nascentes

Agência Hoje* 

Marília - A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, iniciou trabalho na zona rural para restauração de áreas degradadas no entorno dos rios e nascentes. Ao mesmo tempo, está sendo executado um projeto de arborização urbana, trazendo mais benefícios para as pessoas.

“Estamos três dias da semana no campo com o projeto de Recuperação de Matas Ciliares e outros dois dias na cidade”, disse o secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce.

O projeto da área urbana se chama “Eu Quero Sombra e Ar Fresco” fazendo um trocadilho ao dito popular “Eu Quero Sombra e Água Fresca”. Este projeto também é de autoria da engenheira florestal Ludmila de Araújo Passos e tem por objetivo o plantio de 4.000 mudas na cidade, sendo 1.000 em cada região.

“O nome Eu Quero Sombra e Ar Fresco" faz referência a dois benefícios proporcionados pelas árvores, que são a sombra e a redução de temperatura do ar que ocorre nos locais arborizados. Além disso, as árvores também contribuem com o paisagismo, trazendo bem estar visual e suas sementes e frutos servem de alimento para os pássaros”, disse a engenheira florestal.

Santa Antonieta

Na zona norte já foram plantadas 600 mudas no bairro Santa Antonieta, sendo 300 em uma área de relevante interesse ambiental – área de recarga hídrica, próxima a uma nascente localizada dentro do espaço urbano; 200 mudas na avenida Eliézer Rocha esquina com a rua Paulino Botelho Vilela; e outras 100 na área de lazer da avenida Guiomar Novaes.

“Este ano iniciamos o trabalho na região leste, onde também iremos plantar 1.000 mudas nas proximidades da Avenida Cascata com o intuito de compensar várias árvores centenárias, de grande porte que foram retiradas do local, que anteriormente abrigava uma bucólica estrada de terra e hoje foi transformada em uma avenida asfaltada, com os objetivos de facilitar o acesso aos condomínios fechados e também interligar os bairros”, informou Ludmila.

Estas atividades tiveram início nos meses de novembro e dezembro do ano de 2017, com o plantio de 600 mudas na zona norte de Marília, prosseguindo na semana passada para região leste da cidade, onde foram plantadas 300 mudas de árvores de espécies variadas na avenida Cascata, nas proximidades da represa.

“Como realizamos o plantio somente na época de chuva, até março vamos cuidar das zonas norte e leste, e no segundo semestre, em setembro, com a retomada das chuvas, começaremos a atender as zonas oeste e sul da cidade”, finalizou a engenheira florestal.

* Com informações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro