São Paulo, SP, 22/09/2019
 
01/09/2014 - 17h32m

"Viagem à Lua", primeiro filme de ficção científica, faz 112 anos

Agência Hoje 
Reprodução
Foguete acertando o "olho" da Lua é uma das cenas mais famosas do cinema mundial.
Foguete acertando o "olho" da Lua é uma das cenas mais famosas do cinema mundial.

São Paulo (Agência Hoje/Isabela Guiaro) - “Viagem à Lua”, lançado no dia 1º de setembro de 1902, é uma produção de cinema mudo do diretor francês Georges Méliès, considerada o primeiro filme de ficção científica da história. A história foi inspirada por duas obras do escritor Jules Vernes, “Da Terra à Lua” e “Em volta da Lua”, e uma de H.G. Wells, “Os primeiros homens na Lua”.

Méliès, ilusionista, foi um dos pioneiros no mundo cinematográfico, passando a se destacar ao utilizar efeitos fotográficos que, na época, eram inovadores, ficando conhecido como “pai dos efeitos especiais”. Descobriu a técnica de stop trick e foi um dos primeiros a utilizar recursos como a dupla exposição de negativos, time-lapse, transição de imagens em dissolução e pintura à mão em seus filmes.

Construiu o primeiro estúdio cinematográfico na Europa, onde produziu cerca de 500 curtas-metragens de 1896 a 1912, muito deles perdidos com o tempo, de diversos gêneros: fantasia, comédia, terror, comerciais, sátiras, eróticos, dramas e adaptações literárias. Entre seus trabalhos mais aclamados estão “O Reino das Fadas”, “A Viagem Impossível” e “Cinderela”.

O filme

Em uma reunião do Clube Astronômico, o presidente, Professor Barbenfouillis, sugere uma viagem à Lua e outros cinco astrônomos de renome, Nostradamus, Alcofrisbas, Omega, Micromegas e Parafaragaramus, aceitam a proposta. Eles começam a construir, então, uma cápsula espacial, no formato de uma bala, e um enorme canhão apontado para a Lua.

Ao chegar lá, dormem, pois se sentem cansados, mas são acordados pela Deusa da Lua, Phoebe, e capturados pelos habitantes da Lua, os Selenitas. Conseguem escapar e voltam para a Terra.

O filme é na verdade um curta-metragem de 18 minutos, mudo e em preto e branco. “Viagem à Lua” é conhecido pela famosa cena do foguete em forma de bala acertando o “olho” da Lua, considerada uma das mais icônicas da história do cinema.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro