São Paulo, SP, 10/12/2019
 
29/04/2016 - 21h28m

Receita já colocou na malha fina 716 mil declarações do imposto de renda este ano

Agência Brasil/Wellton Máximo 
Agência Brasil/Arquivo
Até agora, 716 mil contribuintes que entregaram declarações de imposto de renda foram parar na malha fina
Até agora, 716 mil contribuintes que entregaram declarações de imposto de renda foram parar na malha fina

Brasília - Dos cerca de 28,2 milhões de contribuintes previstos para entregarem a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física este ano, 716 mil já caíram na malha fina, disse nesta sexta-feira (29) o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. Se forem incluídas declarações de anos anteriores, o total de declarações retidas chega a 800 mil.

A partir de 15 de maio, o contribuinte poderá acessar o extrato da declaração no Centro de Atendimento Virtual da Receita Federal (e-CAC) para verificar pendências e erros no documento. O contribuinte que não tiver a declaração liberada poderá corrigir os dados por meio de uma declaração retificadora.

O supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, disse que a maior parte dos casos de contribuintes incluídos na malha fina decorre de erros do contribuinte ou de divergências entre as informações da pessoa física e da fonte pagadora.

Segundo Adir, as pendências costumam ser resolvidas em pouco tempo e apenas uma pequena parcela de declarações permanece retida em anos posteriores. “Assim que o contribuinte faz a autorregularização, a análise costuma ser rápida”, afirmou.

Estatísticas

Até as 20h, a Receita tinha recebido 27.168.269 declarações do Imposto de Renda. Desse total, 15.706 tinham sido enviadas por contribuintes que estavam no exterior. A Receita também divulgou que o contribuinte mais velho a declarar IR em 2016 tem 97 anos.

O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda acaba às 23h59min59s. Quem não enviar o documento pagará multa de 1% do imposto devido por mês de atraso ou R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. A multa máxima pode chegar a 20% do imposto devido.

A partir da 0h, a entrega de declarações está suspensa. Quem precisar enviar ou retificar dados precisará esperar até as 8h de segunda-feira (2). A partir desse horário, o contribuinte também poderá começar a preencher o rascunho da declaração do Imposto de Renda de 2017.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro