São Paulo, SP, 18/06/2018
 
08/05/2015 - 11h23m

São Paulo entrega planos de saneamento em 72 municípios e promete esgoto 100% tratado

Agência Hoje 
A2/Diogo Moreira
Governo libera planos de saneamento e promete obras de coleta e tratamento de esgoto em 177 municípios
Governo libera planos de saneamento e promete obras de coleta e tratamento de esgoto em 177 municípios

São Paulo (Agência Hoje) - Mais 72 municípios do Estado de São Paulo receberam Planos de Saneamento Básico, elevando para 177 o número de cidades com estudos técnicos capazes de viabilizar obras de melhorias dos sistemas de água tratada, esgoto coletado e esgoto tratado. As bacias contempladas são do rio Mogi-Guaçu e do Alto Paranapanema.

O Governo prometeu apoiar outros 461 municípios, com a entrega dos documentos que se encontram em diferentes fases de elaboração. De acordo com assessores, "o planejamento é uma forma compatível para atingir as metas fixadas e é o primeiro passo para assegurar a universalização dos serviços de abastecimento".

A entrega dos estudos para os municípios ajuda a cumprir a Lei Federal 11.445/2007, através do fornecimento de suporte técnico e financeiro para os municípios que não conseguiram reservar recursos para cumprir a obrigação.

Agora, ao todo, são 177 municípios que contam com este instrumento de gestão, que serve para orientar políticas locais de saneamento básico, definir as necessidades de investimentos para a universalização do acesso, bem como prioridades de ação e a previsão de investimentos. Os planos foram entregues pelo governador Geraldo Alckmin e o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga.

"Nós, em São Paulo, nos municípios operados pela Sabesp, deveremos universalizar o acesso, ou seja, as cidades serão 300% - 100% de água tratada, 100% de esgoto coletado e 100% de esgoto tratado - no interior do estado praticamente ano que vem. Está universalizado em mais três ou quatro anos o litoral de São Paulo e em nove anos no máximo a região metropolitana de São Paulo", disse o governador.

Municípios beneficiados:

Bacia do rio Mogi-Guaçu

Aguaí, Águas da Prata, Águas de Lindóia, Américo Brasiliense, Araras, Barrinha, Conchal, Cravinhos, Descalvado, Dumont, Engenheiro Coelho, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Guariba, Guatapará, Jaboticabal, Leme, Lindóia, Luiz Antônio, Mogi Guaçu, Monte Alto, Motuca, Pirassununga, Pitangueiras, Pontal, Pradópolis, Rincão, Santa Cruz da Conceição, Santa Cruz das Palmeiras, Santa Lúcia, Santa Rita do Passa Quatro, Santo Antonio do Jardim, São João da Boa Vista, Serra Negra, Sertãozinho, Socorro, Taquaral e Vargem Grande do Sul.

Alto Paranapanema

Angatuba, Arandu, Barão de Antonina, Bernardino de Campos, Bom Sucesso de Itararé, Buri, Campina do Alegre, Capão Bonito, Coronel Macedo, Fartura, Guapiara, Guareí, Ipaussu, Itaberá, Itaí, Itapetininga, Itapeva, Itaporanga, Itararé, Itatinga, Nova Campina, Paranapanema, Pilar do Sul, Pirajú, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande, Riversul, São Miguel Arcanjo, Sarutaiá, Taguaí, Taquarituba, Taquarivaí, Tejupá e Timburi.

SABESP VAI INVESTIR R$ 948 MILHÕES EM BARUERI E MAIRIPORÃ

São Paulo (Agência Hoje) - A Sabesp assinou com as Prefeituras de Barueri e de Mairiporã novos contratos para prestação de serviços de saneamento por mais 30 anos. A empresa assumiu o compromisso de investir R$ 948 milhões em obras para ampliar o fornecimento de água e implantar redes de esgoto e estações de tratamento.

Durante o período de 30 anos a Sabesp pretende investir cerca de R$ 725 milhões em Barueri, beneficiando 250 mil habitantes e aproximadamente R$ 296 milhões em Mairiporã, beneficiando 80 mil habitantes.

O convênio inclui a coleta e tratamento de esgoto, ampliação do abastecimento e também prevê o financiamento da companhia para ações de saneamento ambiental a serem realizadas pelas prefeituras.

As Obras

Em Barueri serão construídos dois reservatórios e já estão em execução redes que vão reforçar o abastecimento para a região das Colinas do Anhanguera, Alphaville e Tamboré. Também será instalada a nova Estação Elevatória de Água Tratada Jardim Tupã; redes e sistema de bombeamento para atender a região do Tarumã e Jardim Graziela, além de redes de distribuição e nova Estação Elevatória de Água do Engenho Novo.

Ainda estão previstas a implantação de novas redes de coleta, diversos coletores-tronco, interceptor e estação elevatória de esgoto em todo o município.

Em Mairiporã, além da realização de obras que permitirão aumentar a reservação de água, também está prevista a construção de grande tubulação e nova estação elevatória de água. Novos poços serão perfurados para aumentar a oferta de água no município. Uma nova estação de tratamento também será instalada.

Estão previstas ainda outras obras visando o crescimento vegetativo do município e implantação de um Parque Linear para a preservação dos mananciais locais.

MUNICÍPIOS RECEBEM RECURSOS PARA MELHORAR SANEAMENTO BÁSICO

São Paulo (Agência Hoje) - Novos convênios para a realização de obras e serviços de saneamento básico foram assinados nesta quinta-feira, 7, pelo governador Geraldo Alckmin e o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga. Serão beneficiados 111 mil habitantes das cidades de Bilac, Brodowski, Ibirarema, Itapira, Ourinhos e Pirassununga.

"Todos sabem que a crise hídrica vem exigindo esforços de múltiplas naturezas. Aqui, a escolha tem sido de continuar distribuindo água para a população do melhor modo possível", disse o secretário Braga.

Os convênios assinados fazem parte do Sanebase, programa voltado a municípios que operam sistemas de água e esgoto sem uma empresa concessionária, e que incentiva financeiramente a execução de obras e serviços.

Convênios e Obras

O convênio com Itapira foi de R$ 3,9 milhões. Os recursos serão utilizados para a instalação de 1.617 metros de coletor tronco e a construção de uma estação elevatória de esgoto, além de 150 metros de linhas de tubulação para implantação de sistema de esgoto no distrito industrial.

Em Brodowski o valor do convênio é de R$ 499 mil, que serão utilizados para a instalação de 993 metros de coletor tronco e de 1.194 metros de emissário na bacia da ETE da Prata, intervenções para ampliar a capacidade de coleta e tratamento de esgoto do município.

Ourinhos assinou um convênio de R$ 493 mil, que serão usados para a construção de um grande reservatório de água de um milhão de litros.

O convênio com Bilac é R$ 268 mil, verba que será investida na perfuração de um poço profundo com conjunto de moto-bomba. Intervenções semelhantes serão feitas em Ibirarema, beneficiada com R$ 207 mil. Já em Pirassununga, o convênio assegura R$ 240 mil para a substituição de três mil hidrômetros de ruas do centro da cidade.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro