São Paulo, SP, 19/09/2019
 
15/09/2015 - 14h56m

Sem apoio, Toronto decide não se candidatar no COI para sediar as Olimpíadas de 2024

Agência Brasil/Iara Falcão 

Toronto, Canadá - O prefeito da cidade canadense de Toronto, John Tory, anunciou nesta terça-feira (15) que a cidade não vai se candidatar, no Comitê Olímpico Internacional (COI), para sediar a Olimpíada de 2024. O prazo termina nesta terça-feira.

John Tory disse que, apesar de a Olimpíada representar um catalizador para a realização das obras de infraestrutura necessárias ao desenvolvimento da cidade, os moradores devem reunir a energia e o entusiasmo sentidos durante os Jogos Pan-Amercianos e Parapan-Americanos, que ocorreram em julho e agosto em Toronto, para fazer as reformas necessárias. Ele destacou os setores de habitação, transporte e inclusão social como alvos dos investimentos que a cidade deve fazer.

Ele não descartou a possibilidade de candidaturas a outros eventos no futuro, como a Copa do Mundo de Futebol, os Jogos Olímpicos de Inverno, competições mundiais e mesmo uma Olimpíada. “Acredito que um dia Toronto será um lugar magnífico para os Jogos Olímpicos, mas não em 2024. Mais uma vez deixem-me ser claro: eu não digo 'não' aos jogos. Eu digo 'não dessa vez'", destacou o prefeito.

Custos

Segundo a imprensa canadense, o prefeito de Toronto não conseguiu o apoio necessário para fazer os investimentos de mais de US$ 50 milhões (cerca de R$ 200 milhões) para bancar a candidatura. A primeira-ministra de Ontário, Kathleen Wynne, já havia dito que a província – onde estão localizadas Toronto e a capital canadense, Ottawa – não assumiria os custos de uma candidatura sozinha. E o momento pré-eleições federais, previstas para outubro, não deixa claro um apoio financeiro ao projeto da parte do atual governo federal.

A cidade já havia se candidatado para sediar a Olimpíada de 1996 e de 2008. As duas vezes sem sucesso.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro