São Paulo, SP, 22/06/2018
 
29/04/2015 - 14h02m

Sem Dinheiro

 

Em audiência no Senado, o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, disse que está sem dinheiro para tocar as obras das rodovias. Adiantou que a possibilidade de atrasos e paralisações é grande, iminente.

Pessimista, disse que espera a liberação de R$ 13,6 bilhões, prometidos pelo Ministério da Fazenda, mas não conta muito. Mais adiante, admitiu que nos últimos quatro meses só tem recebido cobranças das construtoras e ameaças de que as obras serão interrompidas se permanecerem os atrasos.

E deu detalhes sobre o dinheiro que precisa:

- R$ 5,8 bilhões para manutenção

- R$ 3,9 bilhões para construção

- R$ 2,2 bilhões para o setor ferroviário

- R$ 100 milhões para o setor aquaviário

- R$ 1,6 bilhão para concessões, estudos e projetos em rodovias

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro