São Paulo, SP, 22/06/2018
 
07/01/2015 - 00h33m

Sem Salários

 

Com uma dívida de R$ 3,5 bilhões deixada pelo ex-governador Agnelo Queiroz, dificilmente o novo Governo do Distrito Federal conseguirá pagar os salários dos servidores públicos na quinta-feira, dia 8, como manda a Lei.

Eleito pelo PT, com o apoio explícito do ex-presidente Lula e da atual presidente Dilma Rousseff, Agnelo Queiroz  deixou de ser o queridinho e se transformou na vergonha do partido. Os próprios companheiros admitem que ele passará para a história como um administrador incompetente e irresponsável.

O Distrito Federal tem a quarta maior população do Brasil e uma das maiores arrecadações. E ainda recebe ajuda financeira da Presidência da República para completar os salários dos médicos, professores e militares. 

A situação conhecida hoje, mas que pode piorar muito, confirma 117 mil servidores com salários atrasados. Em relação aos fornecedores, há pelo menos R$ 1 bilhão em empenhos não pagos.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro