São Paulo, SP, 17/10/2019
 
24/03/2015 - 06h03m

Semáforos trocam lâmpadas comuns por led; 90% de economia

Agência Hoje 

Ribeirão Preto (Agência Hoje) - A Prefeitura de Ribeirão Preto e a CPFL já substituíram 51,22% das lâmpadas dos semáforos de 470 cruzamentos da cidade por led. O serviço ocorre sempre no horário noturno, das 22h às 5h, de segunda à sexta-feira e está sendo supervisionado pela Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano.

Das 6.529 lâmpadas, 3.344 já foram trocadas, o que corresponde a 51,22%. Para realização do serviço, a Prefeitura de Ribeirão Preto firmou  termo de cooperação com a CPFL, em dezembro de 2014, dando início ao projeto de eficiência energética em semáforos que atendem veículos e também pedestres.

A maioria das lâmpadas substituídas são do tipo incandescente e estavam presentes em 470 cruzamentos semaforizados. A vida útil das lâmpadas de led é de 100 mil horas, cerca de 10 anos, bem superior às lâmpadas incandescentes, que têm vida útil de 10 mil horas, aproximadamente um ano.

Como vantagem adicional, as lâmpadas de led são mais econômicas, mais luminosas e proporcionam maior segurança no trânsito. Segundo a Transerp, o custo para a Prefeitura é zero e para a CPFL é de R$ 1.700.000,00, com previsão de conclusão de seis meses. A CPFL, por lei, investe 5% da sua arrecadação em programas de eficiência energética.

A economia será muito significativa após a troca das lâmpadas, já que a Prefeitura gasta R$ 50 mil ao mês com o consumo de energia elétrica. Com a substituição das lâmpadas dos semáforos por lâmpadas led, o gasto será de R$ 5 mil ao mês, uma economia de 90%.

Além da economia no consumo de energia elétrica, a troca das lâmpadas também traz benefícios ao trânsito da cidade. Com as lâmpadas de led, há melhor identificação do equipamento semafórico, com aumento da luminosidade, proporcionando maior segurança no trânsito para motoristas e pedestres.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro