São Paulo, SP, 26/06/2019
 
10/07/2015 - 15h56m

Shopping Boulevard Tatuapé recebe mostra sobre o Egito Antigo

Agência Hoje  
Isabela Guiaro

São Paulo (Agência Hoje/Isabela Guiaro) - O “Museu Itinerante Mistérios do Egito Antigo e da Terra Santa”, que já foi apresentada em 15 estados brasileiros desde 1995, retorna ao Shopping Metrô Boulevard Tatuapé, permanecendo no lucal até o dia 2 de agosto. A entrada para a exposição, que já ficou no local entre maio e junho do ano passado, custa R$12 reais e o visitante, ao pagar o ingresso uma vez, pode retornar quantas vezes quiser.

O público pode ver e fotografar relíquias de diferentes períodos, como estatuetas, bustos, moedas e múmias, pertencentes à cultura egípcia. O acervo, que somava um total de 130 peças, das quais 70 originais e 60 réplicas, conta com 20 novos objetos integram a mostra, sendo 13 originais.

Na coleção se encontram uma ponta de lança cananéia feita em aproximadamente 1700 a.C. e um instrumento de medicina, de cerca de 200 d.C., sendo ambas originais. Dentre as réplicas encontramos a Máscara Mortuária do Faraó Tutancâmon.

Maisur Ismail Othman Musa, dono do acervo e idealizador da exposição, herdou parte dos artefatos de sua família e, aos 11 anos de idade, fez seu primeiro achado arqueológico na região da Terra Santa (próximo à Palestina). Anos depois foi ao Egito e se apaixonou pela cultura, passando a comprar mais peças para aumentar sua coleção.

SERVIÇO

Exposição Mistérios do Antigo Egito e da Terra Santa

Até o dia 2 de agosto

Local: Shopping Metrô Boulevard Tatuapé

Endereço: Rua Gonçalves Crespo, esquina com a Rua Tuiuti (junto à Estação Tatuapé do Metrô).

Horário: De segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 11h às 22h; para grupos de estudantes agendados, a partir das 8h; palestras aos sábados às 14h, 16h e 20h e domingos às 16h e 20h.

Ingresso: R$ 12 e meia-entrada para estudantes, professores e idosos por R$ 6.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro