Sobre Deus, Anjos, Demônios e Petistas - Hoje São Paulo
São Paulo, SP, 19/08/2018
 
12/09/2015 - 09h18m

Sobre Deus, Anjos, Demônios e Petistas

Germano Casais e Silva* 

Permitam-me tecer alguns comentários antes de entrar diretamente no assunto.

É de conhecimento geral que foi MOISÉS quem praticamente escreveu todo o PENTATEUCO ( os 5 primeiros livros da Bíblia, a TORÁ dos Judeus). Mas poucos sabem que ele omitiu e modificou, provavelmente de propósito, muito do que está no Gênesis, o primeiro livro, que trata da criação do Mundo, das primeiras gerações e dos primeiros eventos da saga do povo Hebreu. Como explicar aos Hebreus daquela época, conceitos e verdades, embora recebidos diretamente de DEUS, sem lhe fundir-lhes a cuca e ser taxado, no mínimo, de maluco? Ficaria desacreditado. Instado a explicar a criação do Mundo, do Homem, dos Animais e de tudo que nos rodeia, preferiu poetizar e o fez tão bem que ainda hoje ainda é aceito por muitos, apesar de um certo Darwin ter aparecido para acabar com o aquele simbolismo, escancarando coisas que MOISÉS já sabia quando morreu no alto do Monte Nebo, perto da planície de Moab, avistando a Terra Prometida.

Se nas entrelinhas foi dito acima que MOISÉS não escreveu todo o Pentateuco foi porque, obviamente, ele não poderia ter escrito a própria morte ( no fim do livro Deuteronômio), nem fazer menções sobre gerações posteriores à sua morte ( Gênesis, cap. 36 e segs.).

Mas se Darwin trouxe uma contribuição valiosa à ciência, outra descoberta, só agora revelada, viria trazer uma melhor compreensão sobre a política dos povos nos tempos atuais.

Trata-se dos MANUSCRITOS DO MAR MORTO que, embora descobertos em meados do século passado, só agora os "champollions" de plantão conseguiram entender o que os papiros queriam dizer das palavras de Deus a MOISÉS ou a ABRAÃO, únicos que mantiveram com o Criador uma relação, não digo íntima, porque seria uma heresia, mas que permitia certo diálogo. Vide Gênesis, cap. 18, vers. 22 e seguintes em que Abraão negocia com DEUS insistentemente o perdão para a cidade de Sodoma, de uma forma tal que eu não faria mesmo regateando na Feira de Água de Meninos em Salvador.

Vamos então descrever, baseado na Bíblia, nos Manuscritos do Mar Morto e em vários outros documentos considerados "apócrifos" pela Igreja Católica ( porque continham conceitos contrários aos vigentes na Idade Média), as previsões do PAI ETERNO sobre o caráter dos povos que ELE colocaria na Terra.

DEUS já tinha criado o Mundo, os povos já estavam se multiplicando desordenadamente, o Dilúvio já tinha dado um "freio de arrumação"na humanidade, quando ELE chamou Gabriel. O Arcanjo Gabriel era, ou melhor, ainda é uma figura de destaque na Corte Celestial. Ocupa a posição mais alta na hierarquia dos anjos, nome genérico dos "mensageiros", em português, "malach" em hebraico. Os teólogos do Cristianismo não são unânimes quanto a quantidade de categorias dos anjos, variando de sete a onze, mas sempre iniciando pelos Serafins e Querubins e terminando com os Anjos e Arcanjos, os mais graduados. São poucos os que nós conhecemos pelo nome, Miguel, por exemplo, tambem Arcanjo, foi quem combateu contra Lúcifer ( que significa "brilhante" ou "portador de luz") um Querubim que, liderando uma turba de serafins safados, tentou assumir o Reino dos Ceus! Que ingenuidade! Miguel o despachou para as "Papudas" e até hoje ele,. com seus diabinhos, nome que damos aos serafins militantes muito dos sem-vergonhas, ainda quer tomar o Poder, não pela força, mas na surdina, comendo pelas beiradas, convencendo e arrebanhando as almas aqui na Terra para a sua Causa. Aliás, no início do século passado um filósofo italiano de nome Antonio Gramsci, estudioso da estratégia de Lúcifer, andou defendendo uma tática semelhante para o comunismo dominar a Itália e o Mundo.

Mas voltemos ao ponto em que o PAI ETERNO chamou Gabriel para anotar os planos que Ele tinha para os diferentes povos que deveriam povoar a Terra. Com um gesto ( não precisava de controle remoto ) abriu uma imensa cortina descobrindo uma espécie de "Mapa - Mundi", porem mais sofisticado, tridimencional e apresentando muitos detalhes. Gabriel arrancou uma pena de uma das suas asas (daí veio o nome da parte que escreve das canetas) e se pôs a anotar. O CRIADOR, com Sua infinita presciência, ditava para Gabriel as qualidades, ou melhor, as características de cada povo, em cada região e ao longo de vários anos e séculos. Antes, estabeleceu que daria apenas duas características para cada um. E hajam penas das asas de Gabriel, mas sem problemas porque elas se regeneravam como pernas de barata.

A propósito, quem tinha uma dessas penas era o famoso Carlos Magno, Rei dos Francos e Imperador do Ocidente (742-814). Essa relíquia ele comprou por uma fortuna que, segundo o vendedor, foi achada na entrada da casa da Virgem Maria, em Nazaré, quando Gabriel foi anunciar que ela seria a mãe de Jesus. A porta da casa modesta não tinha largura suficiente para Gabriel com aquelas asas da arcanjo e, ao forçar a entrada, as asas roçaram nos umbrais da porta e lhe cairam uma ou duas penas. Mas essa não era a única relíquia importante que ele possuia. Tinha muitas mas vou citar apenas mais duas pelas preciosidades que eram: um pequeno frasco, bem fechado, contendo o leite da Virgem e duas pequenas tábuas feitas por José, carpinteiro, pai de Jesus.

Fechando esse parêntesis, continuemos com as anotações de Gabriel, à medida que o PAI ETERNO ditava: "aqui chamarei de Inglaterra e,nessa época que você anotou, as duas características serão Pontuais e Formais; alí adiante, antes do que eu chamarei de Líbano, criarei os fenícios que serão Negociantes e Navegadores...".

Como não vou citar centenas ou milhares das previsões do CRIADOR, irei reproduzir o que foi dito quando ele chegou ao Brasil;

-- Aqui, Gabriel, neste país que agora eu dei um "zoom"no Mapa, no fim do século XX e princípio do século XXI, os habitantes que eu já chamei de brasileiros serão INTELIGENTES, HONESTOS E PETISTAS.

Gabriel, que quase nunca interpelava o CRIADOR, arriscou:

-- Vossa Eternidade me perdôe, mas porque três características se os demais só obtiveram duas?

O PAI ETERNO sorriu. Excusado dizer que, no mínimo, já tinha previsto a pergunta.

Meu fiel Gabriel, os brasileiros, de um modo geral, irão ter nessa época essas três qualidades, mas só poderão conviver apenas com duas das três que Eu estabelecí.

Gabriel não era burro, afinal muitos séculos mais tarde o Concílio de Nicéia já iria descobrir que os anjos eram seres perfeitos, mas Gabriel gostava de ouvir a PALAVRA DIVINA e perguntou:

-- Como assim?

-- Se um brasileiro for HONESTO e PETISTA não poderá ser INTELIGENTE; se por acaso ele for INTELIGENTE e PETISTA será porque ele não é HONESTO. Agora se ele for INTELIGENTE e HONESTO, ah, meu caro Gabriel, jamais, mas jamais será PETISTA.

E assim, Gabriel, após o término das previsões, apressou-se a cuidar dos trâmites burocráticos dos pergaminhos que portava, mesmo sabendo que os eventos ali contidos só aconteceriam dali a milhares de anos, mas para ele era muito pouco tempo para quem estava acostumado com a Eternidade. Mais tarde Einstein explicaria essa aparente incoerência.

* Phd pelo Grupo Escolar Austricliano Carvalho - Senhor do Bonfim - Bahia

* Germano Casais e Silva é engenheiro civil, formado na Universidade Federal da Bahia, e foi diretor de grandes empresas no Brasil. Aposentado, mora em Salvador.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro