São Paulo, SP, 19/08/2019
 
02/06/2015 - 17h31m

STF abre ação penal contra deputado federal Nilton Capixaba pelo crime de peculato

Agência Brail/André Richter 

Brasília - A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) abriu nesta terça-feira (2) ação penal contra o deputado federal Nilton Capixaba (PTB-RO) pelo crime de peculato. De acordo com o Ministério Público Federal, o parlamentar participou do desvio de R$ 15 mil em uma licitação destinada à compra de uma ambulância para o município de Cerejeiras (RO), em 2003.

No processo, a defesa alegou que o deputado não teve participação no processo licitatório, cuja responsabilidade era da prefeitura. O parlamentar argumentou que o Ministério Público tentou culpá-lo somente pelo fato de ter apresentado a emenda ao orçamento para garantir os recursos destinados à compra da ambulância.

Na mesma sessão, a Turma rejeitou abertura de ação penal contra o deputado federal Maurício Quintela Lessa (PR-AL) e o empresário Zuleido Veras, ex-proprietário da empreiteira Gautama.

Segundo acusação do Ministério Público, em 2006, Quintela teria recebido três parcelas de R$ 40 mil para apresentar uma emenda parlamentar de R$ 10 milhões e favorecer a empreiteira, responsável por obras de drenagem em Maceió.

Os ministros entenderam que a investigação não conseguiu provar a justa causa entre os pagamentos e a liberação dos recursos. O processo é um desdobramento da Operação Navalha, deflagrada pela Polícia Federal em 2007.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro