São Paulo, SP, 16/09/2019
 
24/03/2016 - 13h19m

Suspeito de organizar ataques terroristas de Paris quer ser extraditado para a França

Agência Lusa 

Bruxelas - O homem suspeito de organizar os ataques terroristas de novembro de 2015 em Paris, detido em Bruxelas, quer ser extraditado "rapidamente" para a França a fim de enfrentar as acusações de que é alvo, informou o advogado da defesa.

Após a detenção, o advogado de Abdeslam assegurou que o seu cliente estaria disponível para colaborar com a Justiça e que iria opor-se à extradição para a França, decisão entretanto alterada.

Sven Mary explicou que, terça-feira, os investigadores do atentado de Paris falaram com Abdeslam. Depois disso, o suspeito pediu para vê-lo com urgência, quando comunicou a decisão de aceitar a extradição para a França.

Abdeslam foi detido sexta-feira no bairro de Molenbeek, na capital belga, e encontra-se em uma prisão de segurança máxima.

O suspeito de envolvimento nos atentados de Paris se recupera de ferimento na perna, atingida por uma bala no momento da detenção.

O advogado de Abdeslam foi agredido quarta-feira (23) à tarde por uma pessoa que o criticou por defender o suposto terrorista.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro