São Paulo, SP, 19/06/2019
 
14/05/2012 - 21h36m

Técnico Hélio Rubens anuncia fim de carreira no Franca Basquete

Folhapress/Leandro Martins 

RIBEIRÃO PRETO, SP (Folhapress) - Um dos profissionais mais vitoriosos do basquete brasileiro, Hélio Rubens Garcia, 71, anunciou na manhã de hoje que vai deixar a função de treinador do Franca Basquete, uma das principais equipes da categoria no país e com a qual esteve ligado por quatro décadas como jogador e técnico.

Por meio de uma carta de despedida divulgada pela assessoria de imprensa da equipe, o treinador comunicou seu desligamento. À reportagem Hélio Rubens confirmou a saída, prevista para ocorrer em 30 de junho, quando termina seu contrato com o Franca, mas disse que não se trata de uma aposentadoria do basquete.

"Vou continuar ajudando como for possível, mas o básico da minha missão em Franca terminou", afirmou o treinador.

No início da atual temporada, em novembro, a possibilidade de saída de Hélio Rubens do Franca ao término do campeonato já havia causado polêmica na cidade. O treinador, no entanto, diz que a decisão de agora não tem vínculo com o episódio anterior, que ele classificou apenas como "mal-entendido".

Sobre seu futuro no basquete, o treinador diz que já houve contatos de outras equipes, mas que, por uma "questão de critério", se recusa a tratar do assunto enquanto não tiver seu contrato definitivamente encerrado com o Franca.

Na carta de despedida divulgada pelo clube, o treinador também dá a entender que não deve encerrar a carreira.

"Esteja eu onde estiver, desejo do fundo do meu coração que seja mantida essa fantástica e inigualável tradição, assim como preservada a belíssima história do nosso basquete", diz.

Nascido em Franca em 1940, foi na própria cidade onde Hélio Rubens construiu sua carreira no basquete e onde também conquistou a maior parte de seus títulos.

Começou a jogar em 1959, na época pelo extinto Clube dos Bagres. No início dos anos 1980, deixou a função de armador e virou técnico -teve um período no qual acumulou as duas tarefas.

Como treinador do Franca, conquistou seis títulos nacionais de basquete (1990, 1991, 1993, 1997, 1998 e 1999). Deixou o clube francano durante dois períodos, nos quais também foi campeão nacional -com Vasco (2000 e 2001) e Uberlândia (2004).

Na temporada atual do NBB (Novo Basquete Brasil), o Franca foi eliminado nas quartas de final pelo São José.

Na seleção brasileira, foi vice-campeão mundial em 1970 e medalha de ouro no Pan-Americano do ano seguinte, como jogador. Como técnico, conquistou o ouro no Pan-Americano de 1999.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro