São Paulo, SP, 16/09/2019
 
17/09/2016 - 12h54m

Temer aproveita encontro na ONU para mostrar novo Brasil e atrair investimentos

Agência Hoje 
Agência Brasil/Arquivo
Temer acompanha de perto trabalho de técnicos para atrair investidores dos Estados Unidos
Temer acompanha de perto trabalho de técnicos para atrair investidores dos Estados Unidos

São Paulo (Agência Hoje/Daniel Lopes) - As linhas gerais de um novo esforço brasileiro para atrair investidores dos Estados Unidos está sendo concluída neste sábado, 17, em São Paulo, por ministros e técnicos de alto nível da Presidência da República e de vários ministérios. O trabalho está sendo acompanhado pessoalmente pelo presidente Michel Temer.

O objetivo do presidente é mostrar aos investidores o quanto pode ser rentável investir diretamente no Brasil ou fazer parcerias com empresas brasileiras. Temer vai prometer ambiente econômico estável, segurança jurídica e apoio para reduzir a burocracia no momento de contratar com o Governo Federal.

Fontes do Palácio do Planalto não falaram em cifras, mas admitiram que "pode-se conseguir alguns bilhões de dólares em projetos de infraestrutura, parte ainda em 2016 e outra parte em 2017". A fala de Temer na abertura da assembleia geral da ONU, onde ele assumirá compromissos, deve ajudar o trabalho dos técnicos e empresários brasileiros.

A ideia dos idealizadores das ações é mostrar aos grandes investidores que está surgindo um novo Brasil, com mais abertura para negócios e ambiente amigável, favorecendo todos os parceiros econômicos tradicionais, como norte americanos, europeus e asiáticos.

Caso o resultado seja bom, o Governo poderá criar uma frente com técnicos e empresários para apresentações em outros países, começando pela Alemanha, Reino Unido, França, e Itália e depois passando por China e Japão.

TEMER VAI ABRIR ASSEMBLEIA GERAL DA ONU NA TERÇA-FEIRA, 20 

Brasília  (Agência Brasil/Pedro Peduzzi) - O presidente Michel Temer passa este sábado, 17, em São Paulo, onde vai participar de reuniões com assessores e ministros.

No domingo (18), às 8h, ele embarca para Nova York, onde abrirá a 71ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Conforme tradição iniciada em 1947, com o discurso inaugural feito pelo diplomata brasileiro Osvaldo Aranha, cabe ao Brasil abrir a assembleia na terça-feira (20). Esta será a segunda viagem oficial ao exterior feita por Temer após ter assumido o cargo.

Em entrevista publicada ontem (15) pelo Wall Street Journal, Temer já deu uma prévia de quais serão seus interesses na viagem: mostrar aos investidores e empresários estrangeiros que o Brasil está aberto e interessado em fazer negócios de forma segura, agora que seu governo não é mais interino. Na entrevista, Temer disse que as incertezas políticas no Brasil estão diminuindo.

Na quarta-feira (14), o embaixador Fernando Simas Magalhães, antecipou alguns temas-chave prioritários para o Brasil, que deverão ser abordados pelo presidente Temer no discurso de abertura da assembleia geral. Segundo o embaixador, Temer falará sobre cenário econômico, comércio internacional, mudança de clima, crise de refugiados, paz e segurança internacional.

A reforma da governança das Nações Unidas também deverá ser abordada, “não apenas do Conselho de Segurança, mas de métodos de trabalho, de forma mais ampla”, disse o embaixador, em entrevista veiculada pela NBR.

Na segunda-feira (19), Temer participará de uma reunião sobre migrantes e refugiados, convocada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. Ao final da reunião, será aprovada uma decisão política que dará início a um processo de negociação sobre refugiados que pode se estender até 2018, quando dois pactos globais serão adotados: "Sobre o compartilhamento de responsabilidades relativas aos refugiados" e "Migrações seguras, regulares e ordenadas”.

Na quarta-feira, o presidente brasileiro entregará formalmente à ONU os instrumentos de ratificação do Acordo de Paris sobre mudança do clima. A adesão brasileira foi confirmada segunda-feira passada. No mesmo dia, Temer participará de uma reunião privada com um grupo de 20 a 25 executivos representantes de fundos de investimento e de um almoço com empresários.

Aproveitando a viagem aos Estados Unidos, Temer terá encontros bilaterais com os presidentes da Nigéria, de Portugal e do Uruguai – agenda que, segundo o Itamaraty, poderá ser ampliada nos próximos dias. Temer encontrará também o presidente do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab.

A 71ª Assembleia Geral da ONU terá como tema Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o impulso universal para transformar nosso mundo.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro