São Paulo, SP, 24/06/2018
 
25/11/2016 - 07h12m

Temer só tentou resolver conflito e não pessionou ex-ministro Calero, diz porta-voz

Agência Brasil/Paulo Victor Chagas 

Brasília - Por meio do porta-voz Alexandre Parola, o presidente Michel Temer disse que buscou "arbitrar conflito" entre o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero e o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e negou que teria "enquadrado" Calero por uma saída do caso.

Mais cedo, o jornal Folha de S.Paulo noticiou que o ex-ministro Marcelo Calero prestou depoimento à Polícia Federal no qual teria afirmado que Temer o havia "enquadrado" e sugerido uma saída por meio da Advocacia-Geral da União para o caso.

“O presidente trata todos seus ministros como iguais. E jamais induziu algum deles a tomar decisão que ferisse normas internas ou suas convicções. Assim procedeu em relação ao ex-ministro da Cultura, que corretamente relatou estes fatos em entrevistas concedidas. É a mais pura verdade que o presidente Michel Temer tentou demover o ex-ministro de seu pedido de demissão e elogiou seu trabalho à frente da Pasta”, disse Alexandre Parola.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro