São Paulo, SP, 17/09/2019
 
11/07/2016 - 11h40m

Tocha Olímpica vai passar por 43 cidades do Rio; Paraty será a 1ª

Agência Brasil/Alana Gandra  
Agência Brasil/Tomaz Silva
Paraty será primeira cidade fluminense a receber a tocha olímpica
Paraty será primeira cidade fluminense a receber a tocha olímpica

Rio de Janeiro - O estado do Rio de Janeiro será o último a receber a Tocha Olímpica, mas as cidades por onde o símbolo olímpico passará já estão nos preparativos. No estado, a porta de entrada para a tocha será Paraty.

Considerada patrimônio histórico nacional, a bela cidade colonial receberá a chama olímpica no dia 27 deste mês. A tocha será conduzida pela Avenida Roberto Silveira em direção ao centro histórico da cidade. E o revezamento será encerrado na Praia do Pontal, com shows e atividades recreativas.

O percurso deverá ser rápido, com duração de uma hora e 15 minutos. Nesse período, a tocha percorrerá cerca de 2,6 quilômetros pelas ruas da cidade, marcada por casarões e igrejas, segundo o secretário de Esporte e Lazer do município, Nelson Arnaldo de Oliveira.

Entre os 13 condutores da Tocha Olímpica, dois são atletas de Paraty e foram escolhidos por votação popular. Um deles é o ex-presidente da Associação de Corredores de Rua da cidade, Domingos Lício, que já carregou a tocha dos Jogos Pan-Americanos de 2007.

O outro escolhido foi o jogador de futebol Gabriel Amorim, de 18 anos. Gabriel sofre de nanismo e quer mostrar que defeitos físicos não são impedimento para a prática de esporte. Ele disputa atualmente os campeonatos Paratiense de Futebol Sub 17, Paratiense de Futevôlei e Vôlei e dos Jogos Estudantis de Paraty.

No total, 43 municípios fluminenses vão participar da passagem do fogo olímpico, que pernoitará em nove locais: Angra dos Reis, Volta Redonda, Petrópolis, Nova Friburgo, Macaé, Cabo Frio, Niterói, Nova Iguaçu, além do Rio de Janeiro, conforme o governo estadual. A última parada do fogo olímpico, antes de ingressar na capital fluminense, será Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Angra dos Reis

De Paraty, a Tocha Olímpica segue para a vizinha Angra dos Reis.

O presidente da Fundação de Turismo de Angra dos Reis (TurisAngra), Klauber Valente, disse que a cidade é a única do estado em que a chama olímpica vai permanecer por dois dias.

Conforme Valente, toda a estrutura é fornecida pelo Comitê de Revezamento. O município está aprimorando o trajeto de 14 quilômetros de revezamento.

Sobre a segurança, a expectativa é que não ocorra nenhum incidente. Valente informou que todos os efetivos das forças de segurança locais estão mobilizados, o que engloba Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Vigilância Municipal, agentes de trânsito, além da Capitania dos Portos. “Mobilizamos todas as forças do município para garantir que o evento seja seguro. Se alguém tentar fazer algum protesto, tentar apagar a tocha ou coisas desse tipo, certamente haverá punição”.

No último dia 7, dois homens tentaram jogar água e apagar a tocha, em Porto Alegre, mas foram impedidos por integrantes da Força Nacional que protegiam a comitiva.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro