São Paulo, SP, 25/06/2019
 
27/03/2012 - 20h04m

Torcedor envolvido em briga de torcidas em São Paulo tem morte cerebral confirmada

Agência Brasil 

São Paulo - Foi diagnosticada na manhã de hoje (27) a morte cerebral de mais um torcedor envolvido na briga entre as torcidas do Corinthians e Palmeiras, que aconteceu na manhã do último domingo (25) na zona norte da capital paulista. O jovem Guilherme Vinicius Jovanelli Moreira, de 19 anos, torcedor do Palmeiras, teve traumatismo cranioencefálico grave após ser agredido por torcedores rivais e está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Camilo.

Segundo nota divulgada pelo hospital, às 5h15 de hoje foi diagnosticada a morte cerebral do jovem, que no momento se encontra “em suporte ventilatório e hemodinâmico na UTI”.

No mesmo conflito, o torcedor palmeirense André Alves Lezo, de 21 anos, foi baleado na cabeça e encaminhado para o Hospital de Vila Nova Cachoeirinha, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Outro torcedor, atingido por uma barra de ferro na cabeça, teve traumatismo craniano e foi levado para o Hospital Cruz Azul. No Hospital Mandaqui também há um torcedor internado. Ele foi baleado na bacia e seu estado é estável.

Ontem (26), a Federação Paulista de Futebol (FPF) decidiu proibir a entrada de torcedores da Mancha Alviverde (antiga Mancha Verde) e da Gaviões da Fiel, torcidas organizadas envolvidas na briga, nos estádios até que os fatos sejam apurados.

A Procuradoria-Geral da Justiça designou os promotores de Justiça Sérgio de Assis e Manoel Torralbo Gimenez Junior, do 2º Tribunal do Júri, para acompanhar o inquérito policial que apura a morte de Lezo.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro