São Paulo, SP, 16/06/2019
 
16/03/2016 - 10h56m

Venezuela acusa Barack Obama de desconhecer governo eleito pelo povo

Agência Lusa 

Caracas - O governo da Venezuela divulgou comunicado condenando as recentes declarações do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a quem acusa de "intromissão" na vida política do país e de desconhecer um governo eleito pelo povo.

"A Venezuela condena as ingerências e as arrogantes declarações do presidente Barack Obama, que desconhece o governo legítimo e constitucional da Venezuela", diz a nota, distribuída pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE).

O documento, a que a agência Lusa teve acesso, explica que "desconhecer expressamente o governo eleito pelo povo da Venezuela infringe normas e princípios elementares do direito internacional e da Carta das Nações Unidas, como o princípio de não ingerência nos assuntos internos (de outros países), o princípio de autodeterminação dos povos e de igualdade soberana dos Estados".

Na segunda-feira (14), em entrevista à CNN em espanhol, Obama recomendou a eleição, o quanto antes, de "um governo legítimo".

Segundo o MRE, "o sistema democrático venezuelano" contempla "garantias para o exercício do direito da vontade e poder popular como não existem em nenhum outro país" e, por isso, "os direitos civis e políticos da população estão plenamente garantidos".

No documento, o governo venezuelano afirma que o sistema político dos Estados Unidos "é profundamente elitista, baseado na capacidade de influência dos capitais empresariais em substituição à vontade do povo".

O presidente norte-americano manifestou-se, na segunda-feira, preocupado como a crise econômica na Venezuela e recomendou a eleição, o quanto antes, de um governo "legítimo".

Obama afirmou que os Estados Unidos querem "que o povo venezuelano tenha sucesso", acrescentando, no entanto, que isso será "mais difícil" se os venezuelanos "não solucionarem alguns dos problemas de governabilidade que os afetam há bastante tempo".

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro