Venezuela fecha fronteira com a Colômbia: "querem desestabilizar", afirma Maduro - Hoje São Paulo
São Paulo, SP, 22/08/2018
 
13/12/2016 - 10h59m

Venezuela fecha fronteira com a Colômbia: "querem desestabilizar", afirma Maduro

Agência Ansa/Agência Brasil 

Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, determinou o fechamento, por 72 horas, da fronteira com a Colômbia para impedir a entrada de cédulas de 100 bolívares, que seu governo quer extinguir. Maduro já tinha informado que retiraria as notas de circulação, mesmo que elas representem as de maior valor em uso atualmente no país. A informação é da Agência Ansa.

De acordo com o presidente, "máfias colombianas estariam armazenando as cédulas de 100 bolívares" para desestabilizar a economia venezuelana, que há anos enfrenta uma crise de desabastecimento. "Eu peço o apoio de toda a Venezuela. A partir de hoje [ontem], fica fechada a fronteira da Colômbia, outra vez, por 72 horas", informou Maduro no Palácio de Miraflores, em Caracas.

"Eles [os colombianos] estabeleceram uma manipulação política, ideológica e econômica para manipular a moeda", acusou. "Esta medida era inevitável, necessária, estou certo de que sairemos mais forte do ponto de vista monetário e as máfias ficarão quebradas", afirmou o presidente, sucessor de Hugo Chávez.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro