São Paulo, SP, 16/10/2018
 
15/06/2016 - 21h40m

VLT facilita integração total com 37 linhas de ônibus da Baixada

Agência Hoje 

Santos (Agência Hoje) - O prédio onde vai funcionar o Centro de Controle Operacional do VLT da Baixada Santista, construído no bairro do Macuco, em Santos, foi entregue nesta quarta-feira, 15, pelo governador Geraldo Alckmin. A unidade funcionará com 10 profissionais em imóvel de três pavimentos.

A partir do Centro Operacional será feito o controle dos trens, sistema de energia, movimentação eletrônica dos passageiros (embarque e desembarque) e segurança das estações e vias. A sala conta com um painel sinóptico de 9,5 metros de comprimento, por dois metros de altura.

O complexo do CCO conta, ainda, com pátio de manutenção e estacionamento e tem capacidade para 33 veículos dos VLTs. Dispõe de oficina, almoxarifado, subestação de energia própria, depósitos para lixo e para produtos inflamáveis, reservatório de água, equipamento de lavagem de carros e de retificação de rodas.

Estações e Integração

Ao todo, irão trabalhar 280 funcionários na operação e manutenção dos VLTs ao longo do trecho Barreiros (São Vicente) – Porto (Santos). Na área que compreende a primeira etapa da implantação do modal de transporte, das 15 estações previstas nove estão prontas e quatro em fase de conclusão (três em Santos e uma em São Vicente).

A previsão é que todo o trecho de 11 quilômetros de extensão esteja concluído até outubro. “Ficamos felizes em dar esse passo importante em benefício da população da região”, disse o governador. Várias autoridades da Baixada Santista acompanharam a inauguração do centro de controle.

A integração de 37 linhas de ônibus intermunicipais com o VLT começará à zero hora de domingo (19). Os usuários poderão utilizar os dois sistemas, ônibus e VLT, sem a necessidade de pagar a tarifa cheia dos dois modais, desde que façam a transição em um intervalo de até uma hora.

A conexão será por meio do cartão eletrônico BR Card que pode ser obtido com o cadastro no site www.brmobilidadebs.com.br ou diretamente nas lojas do Consórcio BRMobilidade. O passageiro que pagar a tarifa do ônibus poderá ingressar no VLT sem pagar nada a mais por isso.

Já no sentido contrário, o passageiro pagará R$ 3,80 para ingressar no VLT e, ao adentrar no ônibus, pagará a diferença para o valor da respectiva linha - em linhas de ônibus com tarifa de R$ 4,15, por exemplo, o passageiro pagará a diferença de 35 centavos.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro