São Paulo, SP, 18/05/2024
 
03/07/2014 - 16h49m

Jogadores da Seleção do Brasil e Colômbia são recebidos com alegria nas ruas de Fortaleza

Agência Brasil/Danilo Macedo 
Thiago Gaspar
Torcida colombiana e brasileira festejam a chegada dos jogadores da Copa do Mundo
Torcida colombiana e brasileira festejam a chegada dos jogadores da Copa do Mundo

Fortaleza - Os jogadores da seleção brasileira, que chegaram à capital cearense na noite passada, puderam ver e sentir, no caminho até o hotel onde estão hospedados, o carinho e o interesse de centenas de torcedores e fãs que se aglomeravam para vê-los e cumprimentá-los, mesmo que a distância.

Nesta quinta, 3, cedo, antes das 7h, muitos adolescentes voltaram ao hotel, na tentativa de ver algum ídolo entre as grades que dão vista para a piscina.

O jogo de sexta, 4, contra a Colômbia, válido pelas quartas de final, será o segundo da seleção brasileira em Fortaleza nesta Copa do Mundo.Famosa pelo calor humano e por ter sido a primeira cidade em que a torcida e os jogadores começaram a cantar à capela o Hino Nacional, após o fim do trecho mais curto que a Fifa disponibiliza antes dos jogos, os torcedores querem apagar da memória a última partida, sofrida, que terminou com um empate sem gols com o México, na fase de grupos.

Desta vez, um empate significará prorrogação de 30 minutos e, se persistir o empate, decisão por cobrança de pênaltis. Neste caso, a torcida lembraria o sofrimento do último jogo, contra o Chile, com empate no tempo normal e na prorrogação, e vitória do Brasil, por 3 a 2 nos pênaltis, graças às grandes defesas do goleiro Julio Cesar.

Em frente ao hotel onde a seleção da Colômbia está hospedada, na Avenida Beira Mar, um grupo de torcedores também cantava e esperava que os atletas aparecessem pelo menos na janela do quarto e acenassem para eles. Alguns dos jogadores penduraram a bandeira colombiana na sacada.

Confiantes, os torcedores cantam músicas provocando os brasileiros: “Aqui no Brasil, ninguém nos ganha porque esta festa é colombiana” e “Colombiano, colombiano, que bonito ser quem é, porque seremos campeões na terra de Pelé”.

O torcedor Lídio García, que já tem ingresso para as semifinais, espera uma partida dura na sexta-feira,04, mas aposta que a Colômbia ganhará por 2 a 1. "A grande diferença que há entre Colômbia e Brasil é que o Brasil jogará pressionado porque tem um compromisso por ser pentacampeão e por estar jogando em casa. Para nós, não, porque é a primeira vez que passamos para as quartas de final em nossa história, e vamos frescos, vamos tranquilos ao campo para mostrar o que temos, sem nenhum tipo de pressão."

Na Avenida Beira Mar, a mais frequentada por turistas, brasileiros e colombianos caminham vestidos com as cores de seus países. Para fazer valer a superioridade numérica dentro do estádio e não ser superada pela torcida adversária, como aconteceu em alguns momentos no jogo contra o México, a torcida brasileira em Fortaleza marcou ensaios para divulgar as canções de incentivo à seleção.

Um deles nesta quinta-feira,03, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, a partir das 20h, e sexta, 04, antes do jogo, nas proximidades da Arena Castelão.

Hoje São Paulo

© 2024 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro