São Paulo, SP, 22/02/2024
 
29/08/2022 - 15h54m

Museu do Ipiranga modernizado recebe público após nove anos

PMSP/Comunicação 
PMSP/Secom/Marcelo Pereira
Parque da Independência chama atenção pelos jardins e áreas de lazer
Parque da Independência chama atenção pelos jardins e áreas de lazer
  • Museu do Ipiranga restaurado e ampliado fica à disposição do público em 8 de setembro
  • Trabalhadores cuidam dos últimos retoques nos jardins do Museu do Ipiranga

São Paulo - Em 7 de setembro de 1822, D.Pedro I deu o grito de independência que fazia o Brasil deixar de ser colônia de Portugal e o transformava em nação própria.

Este ato aconteceu na área onde hoje está localizado o Parque Independência e para a comemoração do seu bicentenário, além do tradicional desfile cívico e de uma programação especial preparada pela Secretaria Municipal de Cultura, muitas obras estão sendo realizadas para modernizar o espaço, em um investimento da Prefeitura superior a R$ 11 milhões.

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente faz adequações em bancos, lixeiras, pistas de cooper, acessos, sanitários públicos, refeitórios e vestiários dos funcionários dos parques. No parquinho serão trocados todos os brinquedos, com a instalação também de aparelhos inclusivos, bem como piso para absorção de impacto.

Além disso, o parque será ampliado em aproximadamente 45 mil m² de um total de 206 mil m², na área situada no cruzamento entre a Rua Bom Pastor e a Rua dos Sorocabanos.

O local contará com pista de skate, aparelhos de ginástica, parquinho, edifício administrativo, sanitários públicos e sala multiuso acessíveis, além de rota para pessoas com deficiência composta por planos inclinados, rampas e caminhos em deck de madeira plástica e concreto desempenado.

Isso garantirá a conexão entre as principais áreas de intervenção e o acesso à “Casa do Grito” e à área do Monumento.

Este espaço também passa por melhorias nas edificações, acessibilidade e climatização, por parte da SPObras. No “Monumento à Independência", a reforma e conservação contemplam atividades de limpeza dos granitos, correção de problemas de infiltrações, troca do sistema de ar-condicionado, readequação dos banheiros, novas instalações elétricas e melhoria das condições de acessibilidade.

Há, ainda, a readequação dos níveis existentes no espaço expositivo interno, incluindo a instalação de uma plataforma elevatória para possibilitar o acesso ao nível da “Cripta Imperial”.

Serviços gerais são executados no pátio externo junto ao Monumento, como a readequação da geometria do local.

Também estão sendo implantados dois jardins de chuva junto ao pátio para resolver o problema do acúmulo de águas pluviais, que são destinados a reter e absorver o escoamento da água da chuva que flui de telhados, pátios, gramados, calçadas e ruas. As peças quebradas do piso de granito já foram substituídas por outras equivalentes.

A “Casa do Grito” conta com a recuperação de trincas existentes, aplicação de nova pintura da edificação e a abertura de novos acessos externos. Os dois mirantes localizados na área estavam danificados e também estão sendo recuperados.

A entrega do Parque Independência modernizado à população é feita em conjunto com a reabertura do Museu do Ipiranga – fechado por nove anos para reforma, e administrado atualmente pela USP (Universidade de São Paulo).

O prefeito Ricardo Nunes fez uma visita técnica no espaço, na manhã desta segunda-feira (29), e destacou que a reabertura do Museu será um grande presente para população de São Paulo. “Vai vir gente do mundo inteiro visitar o nosso Museu do Ipiranga”, afirmou.

Museu do Ipiranga e Jardim Francês

Com a finalização das obras de ampliação e restauro do Museu do Ipiranga em setembro deste ano, o Brasil ganhará um dos mais completos e modernos museus da América Latina. Nos últimos três anos, o Museu passou por uma reforma que angariou o maior valor já captado entre a iniciativa privada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A expectativa é de que, após as obras, o novo museu passe a receber entre 900 mil e 1 milhão de visitantes por ano. O custo total da obra foi de R$ 235 milhões. Foram feitos aportes pelo Governo do Estado e parte por empresas, mas sem incentivo fiscal. O governo estadual investiu R$ 34 milhões no museu,  dos quais R$ 15 milhões foram no Edifício Monumento e R$ 19 milhões no Jardim Francês. 

A obra é executada em duas grandes frentes: restauro do Edifício-Monumento e construção de um edifício ampliação. O projeto incluiu a modernização e ampliação do espaço que passa a ser totalmente acessível; 3.500 obras do acervo passaram por restauro e ganharão recursos multissensoriais nas mostras da reabertura.

Prezando pela integridade do conjunto, o Novo Museu do Ipiranga também terá restaurado o Jardim Francês, localizado em frente ao Edifício-Monumento. Estimada em R$ 19 milhões e custeada pelo Governo do Estado, a obra previu a restauração de toda a área construída e de paisagismo.

Fauna e Flora

O Parque Independência é rico também em espécies da fauna e flora. Já foram identificadas 160 espécies arbóreas, metade nativa da cidade de São Paulo e 39% tidas como exóticas. Destacam-se a araucária, o pau-ferro, a paineira, a árvore-da-borracha e o amendoim-acácia, usados no paisagismo.

Já a fauna tem o registro de 94 espécies, sendo 73 de aves e quatro mamíferos. Há 14 tipos de borboletas também catalogados. Entre os mamíferos, estão a preguiça-de-três-dedos, o gambá-de-orelha-preta e os saguis-de-tufo-branco e de-tufo-reto.

O lugar é ótimo para avistar papagaios, periquitos, maracanãs e tuins, além de pica-paus e pássaros da família do bem-te-vi.

Hoje São Paulo

© 2024 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro